Last Chapter - Brandon Lucius/Baldhur Fried

View previous topic View next topic Go down

Last Chapter - Brandon Lucius/Baldhur Fried

Post by Baldhur Fried on Mon May 08, 2017 11:05 pm


     The owner of the shadows
Live in silence


  



Motivo de ter entrado na guerra: Expansão de Conhecimento e Poder. 


A guerra foi algo muito significativo para o homem, é difícil pensar se ele teve um inimigo pois ele considerava as atuais vidas como insetos perante aos antigos que vagavam pelo mundo, e o homem sabia que era um dos únicos a estar vivo a séculos de anos. Assim continuaria para sempre. 
Baldhur/Brandon concluiu mais de mil livros feitos, todos eles estavam guardados em uma biblioteca trancada a sete chaves e longe dos olhos da humanidade. Com finalmente estando frente a frente a guerra do Santo Graal, ele sabia que aquilo seria a coisa mais importante para se escrever em seus livros do conhecimento, uma coisa única a ser revelada desde o século V. Então o objetivo do homem na guerra foi apenas para ser o onisciente das sombras, um grande narcisista que estava a observar todos aqueles envolvidos na guerra sem ao menos deixar a sua poltrona, onde homúnculos e informantes se passavam pelo mesmo. A cada período que se passava, o homem estava a conseguir poder tão rápido como a morte dos fracos que ocorriam a cada dia. Muitos costumavam a se gabar por sua força, mas mal eles sabiam que se conseguissem causar 1 de dmg em Brandon seria algo parecido como milagre. 
Tudo estava sendo escrito em um livro, onde todas as informações ocorridas sobre a guerra eram escritas, afinal ele sabia de tudo oque acontecia, então praticamente ele colocou todos os fatos ocorridos no seu livro, e todas as conversas importantes que ele ouviu. Muitos não sabiam, mas ele havia grampeado diversas redes de comunicação e dispositivos móveis para saber de tudo que os outros haviam coletado. 



Brandon no final da guerra decidiu sair de seu casulo pois sabia que estava a ocorrer algumas coisas que suas cópias não podiam lidar devido ao poder limitado delas, então ele estava na linha de frente para causar a diferença, embora a sua palavra era a única coisa para parar os combates sujos que estavam sujando os seus sapatos. Tanto que chegou em um momento que ele foi escolhido para resolver uma coisa que definiria totalmente o futuro da guerra, como também até mesmo da humanidade. Esse motivo foi a salvação de Lucca Archibald, caso Brandon não tivesse a salvado, o seu tio conseguiria a grande pedra filosofal, mas ele sabia que essa pedra não ficaria em suas mãos, ele sabia que o seu líder apenas estava ao usar para a conseguir, então sim, era melhor salvar uma loira burra do que deixar o graal nas mãos do Bleidd.  

Data// A coroação é feita, Brandon Lucius é o novo líder da família Lucius. 
Masked King. 




O dia finalmente chegou, o dia da vitória mais óbvia de todos os tempos, a coroação de Brandon para se tornar o líder da família, junto ao lado de sua esposa, Aimee Lucius. 
Por mais que o homem sempre soube que se tornaria líder daquela família, ele estava muito nervoso pois não queria passar a imagem errada para sua família, mas não fez nenhum papel ou coisa do tipo, pois o improviso e suas sinceras intenções deveriam ser mostradas perante aquele único momento. 
Utilizando suas roupas de generais, ele começou a andar no meio da mansão, onde em todos os lados estavam os membros da sua família esperando a chegada do mesmo para a coroação. Chegou ao trono, mas não se sentou, precisava fazer um discurso primeiro antes de sentar, retirando sua roupa de cima e ficando sem camisa para revelar a tatuagem que possuía em seu peito do brasão de sua família. 


- Honra, igualdade, união, e potência. É isso que se tratará a nossa família, isso não se trata de uma espécie de reino, somos uma família de verdade. Então eu sempre estarei ouvindo a todos vocês, isso aqui nunca vai se tratar de uma ditadura, e sim algo totalmente libertador. Como eu já disse, somos uma família e não uma espécie de reino. Não sei se vocês consideraram o meu pai um bom líder, mas eu serei melhor, se eu sou convencido? É claro que eu sou, pois a nossa família será unida e todos irão proteger como também cuidar de todos os outros. Chega de sermos considerados uma piada, é para isso que na minha época de herdeiro eu tentei subir a nossa família o máximo que eu pude, não seremos mais menosprezados por outros tipos de pessoas. A partir de hoje, Lucius será a mais poderosa e a mais unida de todos os tempos. Nós seremos deuses andando entre ovelhas, e a nossa união será como os três mosqueteiros, um por todos e todos por um. Só uma coisinha, não quero que me chamem de senhor ou coisa do tipo, isso é clichê demais. Quero que me chamem de Brandon, ou até de brother, isso também serve para as empregadas, pois aqui ninguém é superior a ninguém. 

Após o discurso, ele se sentou no trono, cujo aplausos e gritos de comemorações começaram. A família sabia que finalmente aquela família iria voltar como era antes, era óbvio que o homem iria a governar tão bem quanto prometeu, não era atoa que estava desde sua adolescência lutando por essa família, diferente do inútil do seu pai que só sabia transar. Depois disso começou a festa de comemoração, era tanta bebida e comida correndo de lá pra cá que chegava a ser exagero. Estavam todos felizes, todos se divertindo e festejando. Finalmente essa sensação de sucesso voltou a aparecer em seu coração, Brandon ficou a observar tudo aquilo enquanto estava sentado em seu trono, com sua esposa ao seu lado em um trono diferente. 
O rapaz se lembrou que tinha que ir em outro lugar pois precisava se tornar líder de outra coisa também, então após a festa acabar, o mesmo saiu correndo com o seu bolo em mãos para um lugar que precisava visitar. 


A mesma data// Brandon se despede de sua irmã e entra como líder dos Echidnas. 

Chegando na rua marcada ao cair da noite, ele via sua irmã parada em frente ao carro que ela embarcaria na viagem, ele começou a caminhar lentamente pois não queria que esse momento acontecesse, é claro que ele queria se tornar líder, mas não se distanciar da única irmã que teve em todas essas vidas.  A ruiva estava ao esperar pois sabia que ele iria se despedir, era impossível alguém como Brandon que é tão pegajoso não se despedir de uma pessoa tão importante assim para o mesmo. Então ele se aproximou, retirou a máscara pela rua estar deserta, cujo começou a ler a carta que ele tinha feito para a mesma, era uma grande carta, basicamente contando como ela foi importante na vida do mesmo, uma mãe que em todas as suas vidas ele não teve a oportunidade de ter uma.  Em seguida entregou o bolo que tinha uma mensagem muito especial em cima, o mesmo adiante dá um longo abraço apertado na mesma para se despedir, cujo ficou uns cinco minutos só nos braços dela e com os olhos cheio de lágrimas. 
A sua querida irmã retribuindo o abraço, deu um beijo na testa do garoto, dizendo algumas palavras para que ele nunca se esqueça, as últimas palavras antes do adeus. 
Ai Yukimura entrou no carro, o motorista então começou a dirigir para o destino da mesma, cujo o homem começou a ver lentamente a ida sem volta de sua irmã, algo que o fez ficar parado pensando se valia a pena ter feito aquela proposta para se tornar um cargo superior, mas ele acreditava que faria uma liderança tão boa quanto a da sua irmã, então colocou sua máscara e vai para outro lugar.
Chegando na base, todos os membros da Echidna estavam lá, o líder sabia o quão Brandon era clichê em relação a reinado, então deixou um trono para o mesmo se sentar e liderar todos aqueles. Basicamente o garoto tinha o seu próprio exército das sombras, cujo assim que se sentou, já deu uma missão para os mesmos que o ajudaria completamente, algo que nunca foi revelado para ninguém, e o ato dessa missão acontece todos os dias. 


[center]Data// Brandon assume o cargo como sub-líder da Clock Tower e como auxiliador da líder. 


[left]Depois de algumas semanas, o rapaz vai visitar Londres para se encontrar com a base principal da torre, estava meio animado por poder ter a oportunidade de provocar a adolescente que viria a ser líder. Não estava com nenhum discurso pois não era necessário, o tempo que ficou como braço direito do Leone foi o suficiente para saber sobre tudo daquele lugar, afinal ele era o único que trabalhava diretamente com o mesmo. Chegando no local, foi recebido por todos muito bem, enquanto a hora não chegava, o garoto ficou na quebra de braço com alguns Enforcers valendo alguma merreca, Brandon acabou perdendo de propósito algumas vezes, pois aquela merreca era como se fosse um milhão de dólares para os coitados. 

A hora chegou, Brandon permaneceu ao lado da Waria o tempo inteiro, inclusive ficou a cutucando durante o discurso pois queria a irritar mais do que já estava por ela saber que ele seria o seu auxiliador. Após o discurso acabar iria começar a cerimônia, mas na mesma hora o homem foi embora por saber que corria risco por ter diversas facas no local, do jeito que a Waria estava, ele não queria arriscar de jeito nenhum. 

Brandon ficou bastante conhecido por liderar tropas da Clock Tower para salvar centenas de pessoas na Inglaterra, e até mesmo em outros países que ela não tinha nada a ver com isso. Foi nomeado como o ''Pai dos Escravos'', por ter libertado ''milhares'' quando estava a patrulhar no Oriente. 



[center]1 ano se passou// Lucius se torna a família de potência militar e econômica. // Lucius conquista as famílias com tratados de aliança. 


[left]Com Brandon no poder somente coisas boas vieram a ocorrer, nenhum erro foi cometido em seu governo, a família se tornou extremamente podre de rica, o poder militar era tão incrível que seu exército poderia vigiar todo o país se os soldados fossem espalhados como vigias. Não só como falou que ia superar, mas Brandon superou o governo do seu pai facilmente, o homem virou um dos líderes que mais passava confiança para sua própria família e para a própria cidade. Brandon tinha a intenção de fazer sua família começar a ter poder nuclear, mas nenhum foi a favor disso, e como a promessa foi fazer com que o povo tenha a voz da escolha, ele descartou a ideia. 

Brandon fez um tratado de não-agressão com todas as famílias, formou uma aliança econômica e militar com a família Estus. A riqueza da família aliada aumentou bastante, agora eles não possuem as mesmas dificuldades de antes, e sim possuem uma riqueza grandinha. 


[center]Astrid ganha um corpo humano,  seu sangue é uma arma mortal. 


[left]O homem havia ganhado um exército de garotas com capacidades mágicas para futuramente entrar na Sekishidan, mas é óbvio que ele não fez isso, todas elas foram treinadas arduamente pelo Brandon até finalmente se tornarem maiores de idade, algumas alterações tiveram que ser feitas com alquimia por causa que algumas crianças eram novas demais, então algumas tiveram seu corpos modificados através da cirurgia para possuírem um corpo adulto mais rápido. 

Mas uma prevaleceu, a criança mais velha, ela tinha uma ótima capacidade mágica e todo o treinamento de seu mestre a tornaram uma ótima maga como também uma assassina. Então o mesmo sacrificou a alma da mesma para que a demônio Astrid pudesse possuir totalmente o corpo da mesma, assim ela voltando como uma maga para ficar sempre ao lado de Brandon, dessa vez com seu poder em um corpo de verdade. 


[center]Os aninhos se passam ~ 


[left]Depois de muito tempo trabalhando arduamente, ele finalmente conseguiu férias, e foi para uma lua de mel em terras nórdicas com sua esposa. Por mais que trabalhasse muito, ele nunca deixou de dar atenção para a mesma, inclusive muita das vezes era muito grudento. 

Com todos os assuntos da família resolvidos, sua família feliz, e todas as missões de suas organizações totalmente realizadas como sempre, ele apenas está aproveitando as suas férias. Depois da Lua de Mel, o casal voltou para a mansão, mas continuaram a passar muito tempo juntos.

Brandon deseja concluir seus objetivos finais, irá demorar, mas ele sabe que tempo não é problema para alguém que tem tudo que precisa para continuar a viver feliz




[center]Taka - AL THARMEN. 

[left]Obviamente, sua intenção era criar um cargo que tem um único objetivo, a dominação completa das sombras. Brandon começou a recrutar membros por toda a parte do mundo, seus contatos foram chamados a participar e todos eles aceitaram por completo. 
No momento a Taka conta com diversos membros, aceitando pessoas de qualquer idade e de qualquer lugar. Inclusive há crianças abandonadas ingressadas, que são criadas e treinadas arduamente pelo próprio Brandon.

[center]Nirvana 


O Nirvana começou a ser preparado um ano antes da 1.5, será um trabalho extremamente demorado, mas mais de dois mil homens estão trabalhando arduamente para que o plano seja feito. A grande base isolada com grandes protocolos de ataque e defesa que é capaz de observar todo o país. No momento apenas o principal foi feito, só servindo como um local seguro por hora. 

Brandon e Aimee


[left]Desde a coroação, os mesmos começaram a viver juntos como é o normal de um casal fazer. Nunca tiveram brigas pelo rapaz ser extremamente tranquilo, sem contar que ele é tão calmo como um monge. As únicas complicações que tiveram foi em relação ao ciúme da mulher com as aprendizes de Brandon, sem contar com a grande intimidade que ele tem com sua demônio, então isso acabou complicando um pouco o relacionamento no começo, mas após o homem entender, ele se distanciou das mulheres. 
O casal até os dias de hoje possuem uma ótima relação, e íntima também. Eles são a definição do termo ''Os opostos se atraem''. Porém, eles se dão muito bem, tanto que ele só consegue ser humano e totalmente honesto perto dela.
 


[center]A morte de Ben Lucius 


[left]Ben Lucius foi um capitão das forças especiais da Inglaterra, ele foi importante em todas as áreas durante a sua vida como militar, ou seja: Aeronáutica, marinha e exército. Quando Brandon estava na sua época de adolescente, ele era o único que conversava com ele, o único que entendia seus objetivos e sua meta de fazer de tudo pela família. Durante os anos, Brandon começou a confiar nele, até que o velho teve um acidente enquanto pilotava um jatinho, e assim ficou tetraplégico. O Brandon escondeu a morte do mesmo, todos pensam que ele está trabalhando secretamente nas forças especiais, mas ele estava na casa do homem sendo tratado especialmente para permanecer vivo. 
Ben já era bem velho, então simplesmente o tempo chegou. O homem cremou o seu corpo com sua própria magia, e jogou as cinzas no lugar onde o Ben mais amava, o Havaí. O velhote adorava ir ao Havaí e apreciar suas enormes ondas. Sem contar que ele teve diversos casos nesse lugar com umas novinhas, ele era um velho taradão, mas sim, ele só teve boas memórias desse lugar e passou toda a sua infância nesse país. 
Brandon então em um helicóptero foi até o alto mar e jogou as suas cinzas lá do céu. Caindo em todo o mar em que o seu velho admirava tanto, ele ficou uns cinco minutos só sobrevoando sobre aquele lindo mar para passar um tempo se lembrando das boas memórias, depois disso ele voltou para a casa, acreditando que o seu velho estaria em um lugar melhor. 
Após a morte do mesmo, o Brandon fez uma drástica mudança em sua aparência. 



[/left]
[/center]

Algumas coisas:

Muitos não sabem, mas na verdade o orgulho de Brandon é apenas um fingimento para esconder o seu coração destruído. Tudo nele é quebrado, não tem nada inteiro naquele homem além de seu grande poder e inteligência. O motivo dele muitas vezes ser tão arrogante é para as pessoas justamente não gostarem de se envolver com ele, assim ele não precisará se preocupar em as proteger. Então por que ele usa a inteligência e o poder para usar apenas em utilização própria? A resposta é simples: Por causa que tudo tem que dar certo na vida dele, se algo der errado, ele não vai ter em quem apoiar, justamente pelo motivo de que ele não quer envolver as pessoas em volta dele em seus assuntos. Não terá ninguém para o levantar, mas mesmo assim ele seguiria em frente, sozinho, sem ninguém para ter ao seu lado. Ele é casado, e justamente para não colocar sua esposa em seus assuntos, evita a envolver em suas paradas. Então basicamente é isso, ele não admite falha, e é por isso que ele nunca falhou. Pois se isso acontecer, ele se sentirá sozinho como se sentiu em todos esses séculos, é por isso que os seus planos são sempre perfeitos e bem pensados. 

Ele é capaz de fazer qualquer coisa para atingir seus objetivos? Sim, principalmente quando alguém que ama é ferido. É por isso que Brandon fez um mind break em seu próprio aliado, Shariz, acabando totalmente com o seu psicológico para fazer com que o ódio tome o seu corpo e fazer com que ele cace o inimigo do Brandon, que é o Redence, cujo o Shariz o explodiu por inteiro. Mas é óbvio que teve recompensa pelo ato do árabe, o homem jurou proteção e o deu uma família de verdade. 

Outra coisa é que Brandon nunca odiou a família Opfatter, mas sempre os achou muito engraçados por parecerem formigas caçando, onde sua afirmação foi comprovada após o ato do Lupus, quando ele colocou a sua cabeça no submundo. Essa família sempre foi uma piada sem graça para o mesmo, mas uma coisa era certa, ele adorava os observar todos os dias por serem tão bizarros, observar o casarão deles e ficar ouvindo o plano de cada um era algo maravilhoso. Basicamente, eles sempre estiveram nas mãos de Brandon, por sorte ele os considerava inúteis demais, e isso fez com que ele não fizesse nada com a família além de observar tudo oque eles faziam e a mesma coisa sobre ouvir. 



[/left]
[/center]
[/left]
[/center]
[/left]



[/center]
[/left]
[/center]
[/left]
[/center]
[/left]
[/center]
avatar
Baldhur Fried
Leode
Leode

Posts : 460
Join date : 2017-01-06

Ficha
Hp:
180/180  (180/180)
St:
80/80  (80/80)
MC:
980/980  (980/980)

Back to top Go down

View previous topic View next topic Back to top

- Similar topics

 
Permissions in this forum:
You cannot reply to topics in this forum