Fate/Steigen - SEASON AVALON
Você foi convocado à Guerra pelo Santo Graal. Prepare-se e lute com todas as suas forças - garanta que seu corpo não fará parte das pilhas de cadáveres que pavimentarão as ruas até os Céus.

Anime-se, jovem! Teu desejo será garantido.

Lanchonetezinha

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Lanchonetezinha

Mensagem por Ryou Hayashi em Ter Jan 03, 2017 3:14 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Um lugar simplório, mas muito visitado por sua praticidade. Lanches rápidos e leves, preparados pela família que administra o local. Seu horário de funcionamento é somente durante o dia.

-> Principal
Ryou Hayashi
Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 02/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Ryou Hayashi em Ter Mar 07, 2017 5:43 pm

- Ah? Eu sabia sim~

Ryou riu abertamente e de maneira tranquila, seu café chegando na mesa acenou suavemente com a cabeça para a garçonete, voltando a olhar para o rapaz conforme sorvia o liquido escuro.

- Eu sei quem são todos os mestres, servos... Afinal de contas, eu fui um dos participantes do ritual original e também fui eu que te mandei a mensagem... Ou melhor, mandei a mensagem para os Tannhauser.

Ele piscou com um dos olhos para o rapaz, deitando o corpo pra trás e a encostou na cadeira, vindo a erguer as sobrancelhas.

- Camille... Sim, reconheço o nome. Na reunião que Heinrich te acompanhou ela era a pessoa que acompanhava Lupus. Ele a chamou pois era de sua confiança. Mas eles serem amantes..? - Ele coçou o queixo. - Admito que isso é novidade por mais interessante que seja. Tirando o fato dos dois serem amigos de infância, não sei muito mais além de que aparentemente ela é agora a futura líder dos Opfatter.

Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 02/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Albert (Albe) Tannhauser em Ter Mar 07, 2017 6:08 pm

A expressão centrada e composta de Albert tornou-se algo estranho a até ridicularizável. Parecia enojado com a surpresa que teve da confissão de seu informante.

- O que... - Levou o dedo das mãos ao rosto com os olhos fechados como se tentasse de recuperar de uma repentina dor de cabeça e então o seu olhar voltava ao modo padrão. - Que tipo de conspiração é essa que os Tannhauser me puseram? Não vai me dizer que eu sou o único dos mestres que ainda não está sabendo de nada a respeito?

Albert (Albe) Tannhauser

Posts : 331
Join date : 05/01/2017

Ficha
Hp:
240/240  (240/240)
St:
8/8  (8/8)
MC:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Ryou Hayashi em Ter Mar 07, 2017 7:09 pm

Em contrapartida a expressão que o homem educado teve, o jovem riu abertamente, descontraido e veio a suspirar, acenando negativamente com a cabeça.

- Não, quase ninguém sabe do meu envolvimento... Ou da extensão do mesmo. - Um brilho diferente surgiu nos olhos caramelizados do jovem, assim como o sorriso se alargou, mostrando perfeitamente seus caninos. - Muitos estiveram envolvidos no ritual, alguns sendo sequer pessoas que eu não esperava... Você queria atingir a Seishikidan, correto? Ainda está interessado nisso?

_______________________________________________________
Ryou Hayashi
Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 02/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Albert (Albe) Tannhauser em Ter Mar 07, 2017 7:47 pm

- ... Estou supondo que você ira me revelar mais conforme a disputa avança, não vai? - Relaxou na cadeira ainda com a mão naquele copo de chá gelado. Então o assunto mudou. Albe estava mesmo querendo chegar nesse ponto.

- Isso estava entre minhas metas. Me incomoda muito que haja um grupo nas sombras a serviço dos outros mestres, eu estava considerando que o acesso as câmeras foi providenciado a Lupus pela Seikishidan, mas não tenho certeza disso. Também agora não estou certo se será mesmo bom atacá-la. Preciso saber mais sobre a Seikishidan. Se eles estivessem apenas observando, sem intervir, eu os deixaria, mas eu estou convencido que eles atuam em favor dos meus rivais, assim então eles são meus inimigos.

Parou por um momento para beber do copo em mão, voltando com ele pela metade sobre a mesa.

- Eu decidi a minha tática para combatê-los, mas antes de discutir isso, eu preciso saber os prós e os contras de eliminar a Seikishidan. Tenho certeza que isso pode prejudicar algum competidor, mas também posso sem intenção beneficiar outros. Preciso ter em mente as consequências disso.

_______________________________________________________
rly nigga? rly?
Albert (Albe) Tannhauser
Albert (Albe) Tannhauser

Posts : 331
Join date : 05/01/2017

Ficha
Hp:
240/240  (240/240)
St:
8/8  (8/8)
MC:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Ryou Hayashi em Ter Mar 07, 2017 9:33 pm

- É do meu interesse também que atinja Seishikidan. Na realidade eles estão se divergindo do objetivo original... De mantermos a humanidade a salvo...

O rapaz balançou a cabeça tristemente, claramente decepcionado, mas se forçou a um sorriso.

- Mate Victor Lunnargentto e a Seishikidan perderá rumo. Eu posso te prover informações para isso, causo uma certa comoção para você conseguir informações das suas habilidades... E planejar sua ação. O que me diz?

_______________________________________________________
Ryou Hayashi
Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 02/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Albert (Albe) Tannhauser em Ter Mar 07, 2017 10:33 pm

- ... - Albert manteve a expressão contida e desviou o olhar levando a mão ao queixo. Fazia sentido matar Victor se é graças a ele que a Seikishidan é capaz de atuar na cidade. Aparentemente essa é a solução mais simples para adotar.

No entanto, matar é um assunto delicado. Não tinha medo de Victor, mas não desejava a sua morte. Tentava buscar na memória algo que lhe motivasse essa ideia. Do pouco que conhecia Victor, podia descrevê-lo como um homem excêntrico e irritante, tão digno de desconfiança quanto Lupus, com o qual parecia ter alguma intima amizade. Mesmo assim, lhe pareceu um homem pacífico e relativamente razoável, do tipo que merecia a chance de se render incondicionalmente antes de ser morto.

- Eu lamento... - Dizia com claro despontamento em sua voz. - É improvável que eu seja capaz de matá-lo... Não quero dizer que eu não possa derrotá-lo em combate, mas... Na verdade, eu nunca matei ninguém.

Albe demorou para dizer porque odiava ter que expor suas fraquezas. Ele suspirou passando a mão sobre os cabelos, um sinal do nervosismo que não expressava no olhar.

- Ontem a noite eu fiz algo tolo... - Confessava cruzando os braços - Pra conseguir esse notebook eu tive de passar por aqueles que vigiavam a casa. Foi um completa surpresa pra mim a presença de um mestre ali e esse conjurou sua serva para lutar com ele. Junto com esses dois havia ainda uma moça, uma maga de cabelos azuis. Foi uma situação critica... de viver ou morrer... mas a luta acabou rapidamente com o mestre ordenando que sua serva o matasse. Não me pergunte porque ele fez isso... A questão é que, depois que esses dois morreram, sobrou ainda aquela moça... Eu devia ter executado ela antes de ir... Ela viu meu rosto, viu minha serva em combate e demonstrou ser uma aliada muito fiel a Lupus... certamente que deixa-la viva era o mesmo quer dar a ela a oportunidade de me matar mais tarde. Eu sabia disso... Mas eu o fiz... Eu poupei ela.

_______________________________________________________
rly nigga? rly?
Albert (Albe) Tannhauser
Albert (Albe) Tannhauser

Posts : 331
Join date : 05/01/2017

Ficha
Hp:
240/240  (240/240)
St:
8/8  (8/8)
MC:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Albert (Albe) Tannhauser em Ter Mar 07, 2017 11:29 pm

Então continuou.

- Um plano de assassinato é no final das contas uma aposta incerta na minha determinação para matar. Eu decidi que não teria piedade dos servos e ingenuamente pensei em matar os mestre apenas se eles não me dessem outra escolha... porem, nem nesses casos a minha determinação foi posta a prova. O mestre de Lancer morreu por sua própria escolha e mesmo assim eu não pude deixar de me sentir culpado por isso. Eu certamente seria capaz de matar no calor da luta para salvar minha própria vida, mas não sei se eu seria capaz de matar um adversário caído.

Ele fazia uma breve pausa para terminar de beber o chá gelado. Sentiu sua língua seca depois de fazer toda essa constrangedora confissão.

- Minha tática pode ser ingênua, mas eu gostaria que você ouvisse e avaliasse honestamente. - Olhou para  ele afim de confirmar que ele tinha essa disposição e continuou. - Ao que parece a Seikishidan não é autossuficiente, afinal ela é uma organização sem fins lucrativos, seus serviços não estão a venda. Por isso mesmo que ela precisa do financiamento de pessoas tão espetacularmente ricas como a família Lunnargentto para que seja capaz de atuar e esticar seus tentáculos pelo mundo, imagino que seja por isso mesmo que Victor a lidera, afinal é por permissão dele que a Seikishidan tem sua presença aqui, eles não poderiam desagradá-lo caso o contrário... hm, seriam demitidos como qualquer empregado. Se for possível atacar a fortuna dos Lunnargentto... sabotar seus negócios e causar-lhe algum considerável prejuízo... a Seikishidan perderia o seu patrocinador e se tornaria economicamente inviável.

_______________________________________________________
rly nigga? rly?
Albert (Albe) Tannhauser
Albert (Albe) Tannhauser

Posts : 331
Join date : 05/01/2017

Ficha
Hp:
240/240  (240/240)
St:
8/8  (8/8)
MC:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Ryou Hayashi em Qua Mar 08, 2017 12:10 am

Em silêncio, o ruivo escutou as palavras do moreno, com as mãos juntas na mesa, acenou suavemente com a cabeça e veio até mesmo a sorrir suavemente diante do que ouvia, vindo a fechar os olhos.

- Sabotar a fortuna...

Sim, era um plano bom afinal de contas.

- Sim, conheço algumas pessoas que podem fazer isso... São hackers de extrema competência. - Abriu os olhos de volta, observando o homem com um sorriso calmo nos lábios, quase com um ar paternal, sua postura estava relaxada. - Não se culpe, Albert. Suas ações apenas demonstraram sua humanidade, não há por que se sentir desconfortável em admitir esse traço seu. Se exige muito mais coragem em poupar uma vida do que matá-la.

O rapaz passou a mão no queixo. Se tratava de uma maga que não era mais necessária para combate, todavia pelo o que recebia de informações, talvez fosse mais fácil cuidar dela do que imaginava...

- Irei mandar meus agentes para cuidarem dela... Não diria para que se culpe demais, pelo o que sei essa "maga" se tratava apenas de uma homúnculo. - Procurou sorrir de volta. - Posso prometer que vamos... Nos esforçar para não usar de força letal com ela, acredito que isso, de fato, seria a opção mais humana. Por mais que seja bem fechado, você é um bom homem afinal. Isso é bom.

O rapaz deu um riso baixo e calmo, bebendo mais um pouco do café.

_______________________________________________________
Ryou Hayashi
Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 02/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Albert (Albe) Tannhauser em Qua Mar 08, 2017 12:41 am

- Hm. - Assentiu com a cabeça ao ouvir as considerações que o jovem expressava a seu respeito sem demonstrar nada em particular, nem orgulho, nem lamento. 

Albert estava no fundo admirado em saber que aquela moça, tão humana, era um mero homúnculo. Um "boneco de carne, osso e consciência" segundo a definição que lhe deram muitos anos antes, mas nunca viu um pessoalmente. Isso explica porque ela estava tão avida em lutar até o fim. Desejaria conhecê-la melhor, infelizmente é possível que a vida dela já tenha se esvanecido.

- Ouvi falar que homúnculos dependem de seus mestres para continuarem vivendo. Se for verdade então ela já deve estar morta. Não posso garantir a confiabilidade da minha fonte, mas nessa madrugada eu tive a informação de que Lupus morreu na floresta.

Ele acenava para a garçonete, finalmente pedindo a conta.

- Sobre a amante dele... acredito que seja realmente Camille Optaffer. Ela provavelmente vai demorar um pouco mais pra saber sobre a morte dele, afinal ele estava com uma nova identidade, "Gael Donnet"... Eu não confiava em Lupus, mas simpatizo com os sentimentos que ele tinha por essa mulher. De certa forma, foi culpa minha ele ter morrido e se ela não está envolvida na disputa pelo Graal, se ela não for minha inimiga, então eu gostaria de pelo menos assegurar de que ela não fosse mais uma vítima nisso tudo... Você já a vigia, não? Poderia me informar caso algo aconteça com ela? 

_______________________________________________________
rly nigga? rly?
Albert (Albe) Tannhauser
Albert (Albe) Tannhauser

Posts : 331
Join date : 05/01/2017

Ficha
Hp:
240/240  (240/240)
St:
8/8  (8/8)
MC:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Ryou Hayashi em Qua Mar 08, 2017 1:01 am

Enfim houve um certo brilho de surpresa no olhar do rapaz que veio a soerguer as sobrancelhas e até sorriu de canto.

- Oh... Isso é uma atitude deverás admirável, Albert. Sim, Camille está aparte de tudo que acontece na guerra, na realidade ela literalmente se meteu nisso tudo apenas por conta do Lupus... Sim, eu estou de olho nela também, todavia ela não deve intervir nessa competição mais, ainda mais considerando que Lupus está morto.

Ficou em silêncio durante alguns segundos, olhando para suas mãos.

-... Acredito que ela ainda espere que Lupus esteja vivo... Irei... Encontrar uma maneira de trazer essas notícias para ela. Gostaria que te informasse algo mais relacionado a ela?

_______________________________________________________
Ryou Hayashi
Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 02/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Albert (Albe) Tannhauser em Qua Mar 08, 2017 1:30 am

- Como preferir. - Albert não estava particularmente preocupado com a maneira que ela descobriria a morte de seu amado, de toda forma ela sofreria e teria de superar isso sozinha. Imaginava que a essa altura ela já voltou para sua casa e passou pelo transtorno de encontrar o corpo do homem e da homúnculo em sua sala. Albe não podia se preocupar além do estritamente necessário sobre essa mulher.

A garçonete deixava a conta sobre a mesa e ele em seguida punha o valor do lanche e mais uma gorjeta sobre a folha.



- Acho que já conversamos tudo. Me ligue quando encontrar as fontes do acesso dessas câmeras e as vulnerabilidades dos negócios dos Lunnargentto. Eu gostaria de participar dessas operações, então se eu puder ser útil, não hesite em me convocar. - Então se levantou pronto para partir -  E me mantenha informado sobre essas pessoas.



Começou a andar, mas então parou lembrando de algo mais.

- Ah... mais uma coisa. Poderia me fornecer um carro? Os serviços de transporte daqui são ótimos, mas não posso continuar dependendo deles.
Albert (Albe) Tannhauser
Albert (Albe) Tannhauser

Posts : 331
Join date : 05/01/2017

Ficha
Hp:
240/240  (240/240)
St:
8/8  (8/8)
MC:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Ryou Hayashi em Qua Mar 08, 2017 2:06 pm

Ryou veio apenas a erguer uma das sobrancelhas quando o homem pagou a conta completa... Mas talvez seu café não estivesse incluso afinal de contas.

Estava começando a devanear quando ouviu aquela pergunta e sorriu de canto.

- Certamente, vai precisar de um motorista?

_______________________________________________________
Ryou Hayashi
Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 02/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Albert (Albe) Tannhauser em Qua Mar 08, 2017 2:23 pm

Com leveza ele balançou a cabeça negando a oferta de um motorista. Seria muito útil ter um a disposição, mas ele considerou esse privilégio dispensável.


- Apenas deixe-o próximo a mansão abandonada dessa mesma rua e me ligue, eu pegarei sem demora. - Então concluía. - Isso é tudo o que eu queria. Obrigado por me atender.


Então deu as costas e deixou o estabelecimento.


>>>Rua Principal

_______________________________________________________
rly nigga? rly?
Albert (Albe) Tannhauser
Albert (Albe) Tannhauser

Posts : 331
Join date : 05/01/2017

Ficha
Hp:
240/240  (240/240)
St:
8/8  (8/8)
MC:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Setsuna e mais uma negada em Qui Mar 09, 2017 6:22 pm

Ao ouvir sobre o carro a serva decidiu que seria melhor voltar a Seguir Ryou, e assim ela o fez

_______________________________________________________
Setsuna e mais uma negada
Setsuna e mais uma negada

Posts : 289
Join date : 19/01/2017

Ficha
Hp:
300/300  (300/300)
St:
99999/99999  (99999/99999)
MC:
228/275  (228/275)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lanchonetezinha

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum