Fate/Steigen - SEASON AVALON
Você foi convocado à Guerra pelo Santo Graal. Prepare-se e lute com todas as suas forças - garanta que seu corpo não fará parte das pilhas de cadáveres que pavimentarão as ruas até os Céus.

Anime-se, jovem! Teu desejo será garantido.

Barracão Separado

Página 9 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12, 13  Seguinte

Ir em baixo

Barracão Separado

Mensagem por Ryou Hayashi em Qui Jan 26, 2017 1:43 am

Relembrando a primeira mensagem :

Um pouco distante de toda a comoção principal, até mesmo depois dos trailers dos "atores", tem um barracão cuja as cores se misturam com a noite.

No interior, as luzes são fracas e tem uma mesa redonda com diversas cadeiras distribuídas. A entrada é guardada por dois homens.

-ACESSO RESTRITO-

_______________________________________________________
avatar
Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 02/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Barracão Separado

Mensagem por Hector C. Lucius em Sab Jan 28, 2017 6:54 pm

*Shibaki estava ainda bastante irritado com tudo aquilo, e com a aproximação de Victor daquela forma tão cínica, não hesitou segundo algum em abaixar uma de suas mãos e pegar na empunhadura de uma arma que havia ganho de presente de sua amada líder, e com o beijo no rosto muito similar ao feito bíblico de Judas, o moreno sussurrou para Victor*


-Meu pai é muito pior do que você. 
*Durante aquela fala, tudo agora se passava em câmera lenta, aquelas carrascos chegavam até o ídolo que sacou de sua arma acertando um dos alvos em um golpe seco mesmo –essa defesa não vai contar, mas o dano que o moreno recebeu sim- desarmando então aquele golpe enquanto os demais acertaram em si cravando-se as laminas em seu corpo que o faziam sangrar devidamente e abaixar a cabeça tendo sido “morto” pelos algozes*


“-Aquela mulher... Por que?”
*Os cabelos se mantinham frente os olhos e agora o moreno que mantinha a arma apontada para Victor pronto para atirar nele acabou a abaixando  colocando onde achou com a maior naturalidade do mundo, dando alguns passos a frente com os algozes ainda “sobre” sim com suas armas devidamente cravadas em seu corpo manchando sua roupa branca de vermelho. Proximo daquela dita urna, ele não precisou se ferir, apenas esticou o braço ensanguentado e deixou ali pingar algumas gotas de seu sangue cair ali, expondo então a aura completamente branca com o centro azul, algo tão discreto que mal dava para ser visto.*

-Não entendo o por que fez isso, mas pelo que parece você é uma Papisa já que aquele homem o chamou de Vossa Santidade, e a morte não é um lugar, ela é um estado, o certo seria vocês me falarem “Seu lugar é tumulo”, algo assim, por favor, me deixem ouvir ao menos um comentário correto e épico antes de tentarem me matar. 
*Os assassinos possivelmente já haviam se “desgrudado” do corpo de Shibaki que olhava sua aura ali sem entender direito o que aquelas cores significavam, aquele pequeno azul em meio a tanto branco*

-Bleidd, não seja tão duro com ele, adultos também podem apreciar desenhos, afinal, eles são uma obra de arte como qualquer outra.. Mas por que Papisa? Por que tentou se intrometer? Como aquele homem disse, você não tem nada a ver comigo...
*Aquelas palavras que ela havia dito a Victor antes de ser devidamente impedida por Lupus ecoavam na mente do moreno que fechava seus olhos e suspirava, ele estava se acalmando aos poucos*

-Uma mulher tão alta e respeitosa agindo assim por quem mal conhece, depois de tudo o que eu disse e fiz... Por que? E não se preocupe garota, ela está bem pela graças de Deus, aparentemente.
*Voltou o olhar para Lucca e sorria fino para ela, o desespero da mesma a fazia ver o que não estava lá, o que não havia acontecido de fato, comentou então buscando traze-la para a realidade, acabando por até mesmo acenar para ela usando o indicador para bater algumas vezes no canto da própria cabeça sinalizando para ela ter atenção, a papisa estava indo de encontro a ela, e inacreditavelmente, se alguém pudesse perceber, aquele corpo não tinha mais nenhuma ferida aberta, só estava manchado de sangue e com as roupas furadas devido as perfurações e cortes*

-Parece que meus poderes foram consumidos por aquela urna... Que bizarro esse tipo de magia. 
*Colocou então o braço frente a Lupus para ele não se aproximar muito de Minaka, o olhando então de lado com o olhar amarelo ainda, mas em tom diferente, já não carregava mais raiva, o ato confuso da papisa e suas palavras o faziam ver além da emoção*

-A Papisa tem razão, eu não posso satisfazer o meu ego tomando vidas, caso o contrário eu seria como você que usa mortes como desculpa de seus supostos feitos heroicos, um hipócrita, e eu detesto pessoas hipócritas, por isso não quero ser uma, então me desculpo por ameaça-lo, infelizmente terei que contar com a policia e talvez com essas organizações para investigarem o que houve, provar por A + B que você foi o culpado de tudo. 
*Aproximou-se lateralmente de Lupus, um já estava praticamente do outro do outro, e próximo ao ouvido dele ele sussurrava, mas outros podiam ouvir facilmente, afinal, não era nenhum segredo.


-E não a Minaka, seu doente. 
*O braço que servia como uma espécie de escudo se movia e empurrava o outro para trás com certa força, dava para sentir que o ídolo tinha um pouco a mais de força do que parecia, e quem fosse mais perceptível notaria que ele se segurou ali*


-Muito bem Voorhes, eu aceito seu desafio se isso realmente for ajudar a provar a sua culpa perante o genocídio Opffater, um contra um, um duelo justo.
*A postura era firme mesmo para alguém a beira da morte, só deus sabe o como diabo ele sobreviveu a tamanho combo de ataques e continuar de pé mantendo aquela postura firme, ele já havia se decidido e iria até o fim daquilo mesmo que isso custasse sua vida as vias de fato dessa vez*

-Espero que essa não seja mais uma de suas mentiras Voorhes, aceite seu julgamento quando eu faze-lo ir ao chão, e não se preocupe, não irei mata-lo e sim apenas derrota-lo, não vale a pena eu sujar meu nome e minhas mãos com sangue, seja ele de quem for, porém, vale a pena exaltar o que eu simbolizo em um combate justo, prepare suas armas, eu irei espera-lo onde quiser que eu vá para fazer o que deve ser feito.

*Sim, ele iria lutar mesmo naquele estado, por sua respiração ofegante e corpo suado, dava para se perceber que ele não estava lá em seu melhor momento, aqueles golpes por mais que tivessem sido devidamente curados antes dele por o sangue na urna ainda assim tiraram uma quantia absurda de dano do ídolo que agora lutava consigo mesmo para se manter de pé, já começando até mesmo a ver embaçado vez ou outra, e por isso não reparava direito quando Lupus começava a se afastar, estava difícil ver*

-Sinto muito a todos pelo meus descontrole, eu mereci a punição como bem dito, cheguei a uma reunião familiar e me exaltei, acabei ameaçando que não deveria, assustando e prejudicando, se um fã meu estivesse aqui ele com certeza estaria desapontado, eu devo manter o que sempre ensino a todos... Justo pelo justo, antes de mais nada.
*Mesmo vivo ele havia perdido muito sangue, ficando tonto e caindo de joelhos no chão pondo a mão sobre a cabeça, estava apenas com um dos joelhos no solo, o outro permanecia erguido. Respirava fundo, tentava manter sua consciência ativa apesar dos apesares, mas estava complicado, havia perdido muito sangue embora tenha estancado o sangramento e a hemorragia, assim como os demais status negativos*

Hector C. Lucius

Posts : 419
Join date : 08/01/2017

Ficha
Hp:
120/120  (120/120)
St:
8/8  (8/8)
MC:
300/300  (300/300)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Pierre Argentum em Sab Jan 28, 2017 6:59 pm

É possível escutar o som de música ao longe.

Pierre Argentum

Posts : 85
Join date : 18/01/2017

Ficha
Hp:
57/270  (57/270)
St:
8/8  (8/8)
MC:
218/250  (218/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Victor C. Lunnargentto em Sab Jan 28, 2017 7:50 pm

O velho Victor começou a aplaudir rindo com toda aquela situação. Levemente inclinou-se para frente pousando a mão no peito e olhando diretamente para a papisa liberando a aura negra do Cisne. Passou a mão por cima da lamparina e liberou uma fumaça.

Parabéns, meu Papa, você realmente é capaz de diminuir os ânimos onde quer que vá. Lembra-me até mesmo do Sancto. Aliás... - Soltou o ar rindo daquilo tudo. Essa não é mais uma reunião em nome de Krapasius e sim, agora, se torna um julgamento. Peço-lhes a todos que controlem seus ânimos assim como eu o estou fazendo... Hey Lupus e Pequeno Idol Shibari vocês estão de parabéns! - Disse ele inclinando-se à sua poltrona.

Estalou os dedos e disse.

Sangre, Minaka! - Dez feixes de luz a cortaram de uma forma totalmente superficial e atiraram seu sangue dentro da urna, assim como da outra companhia que estava junto a eles. - Com isso eu presumo que todos nós veremos um combate. Toda a forma de magia será permitida, ela irá durar até que um de vocês caía derrotado e não afetará os demais aqui, simplesmente isso... o destino do derrotado está nas mãos do vencedor. Se Lupus vencer ele será o novo cabeça da Opfatter caso o contrário Minaka será. - Ele erguia o dedo indicador. - Com isso eu pauso a reunião em nome de Kaprasius Aristóteles, o Tigre Asiático, e atribuo esta uma nova emergência. Por favor me deliciem com um bom espetáculo.


Voltou a sua atenção para Lucca e começou a caminhar até ela. Pousou sua mão sobre o ombro da garota e começou a falar. - Desculpe-me por aquilo, mas ou eu o matava ali. . . Ou nenhum de nós sairia vivo daqui. - O cochicho era quase inaudível aos demais presentes.

Se afastou e tocou a testa de Waria com os lábios. Olhando para Leone. - Vocês entendem o porque de eu ter que fazer isso, não é mesmo? Afinal se fosse você, Leone, o garoto não teria nem mesmo como ter sobrevivido ao ponto de colocar uma única do seu sangue naquela urna e caso fosse Bleidd ele estaria nadando no próprio sangue. - Ergueu-se elevando a voz. Praticamente gritando. - Podem me ver como um vilão, podem me ver como apenas um assassino. Mas eu prefiro dar uma morte indolor àqueles que ousam trazer desgraça do que os torturar ou mesmo incapacitar-los pelo resto da vida! Meu ato foi uma ação de misericórdia. Se fosse ali qualquer outro, Shibari, estaria sendo torturado ou mesmo incapacitado pelo resto de suas vidas... até mesmo se Typhon estivesse aqui, ele teria feito o garoto passar por uma das piores torturas psicológicas antes de por um fim a sua vida. Até mesmo tu vossa santidade, estaria aplicando suas penitências a ele... - Falou de forma baixa, tentando minimizar a sequência de sua fala para que ela também acabasse tendo de se confrontar com a verdade anteriormente explicitada. ainda que fosse apenas horas e horas de rezas.

Apontou em direção a ambos os lutadores.

Mas agora veremos qual de ambos é verdadeiramente digno do seu título. Apenas ambos, aqui e agora. A morte de um deles não está mais em minhas mãos, isso apenas diz respeito a família Opfatter e eu a mediarei. Kaprasius, após este pequeno embate ocorrer voltaremos aquela discussão. Afinal eu ainda estou achando seus métodos... muito... extremistas para salvar a humanidade. Sacrificar o pequeno e Puro hae-il? Ainda que seja escolha dele? Isso é desumano... não há nenhum mestre nos cavaleiros sagrados ou mesmo na minha família, isso é meio injusto... não acha? - Disse ele sorrindo para o velho e então sentando-se de volta em seu lugar.

Do nada Shibari colapsava no chão.

Já que Shibari não pôde continuar o combate graças a sua morte, o embate será entre Lupus e Minaka - Disse ele sem sair do lugar.
avatar
Victor C. Lunnargentto
Seikishidan
Seikishidan

Posts : 290
Join date : 29/12/2016

Ficha
Hp:
280/280  (280/280)
St:
8/8  (8/8)
MC:
260/260  (260/260)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Bleidd Sizigium em Sab Jan 28, 2017 7:56 pm

Bleidd ouvia as palavras que eram proferidas por todos e até mesmo surpreendeu-se por um tempo com o que a papisa havia o feito. Deu de ombros até então, apenas queria ver como eles se matariam daquela forma.

Hey Victor, eu não iria ser tão mal com o garoto... eu pretendia trazer ele de volta por meio da dor entende. - Uma faca foi cravada sobre a mesa, seu cabo era dourado como o ouro e pelo seu brilho era claro que ela era constantemente usada e limpa. Você me fez parecer diabólico. - Disse ele sorrindo.

Ao canto era possível ver seus três subordinados com pequenas chamas brotando de suas mãos. Estavam próximos de matar todos os combatentes, mas ainda assim manteram-se a espera de suas ordens.


Virou o corpo na direção da entrada do barracão.

Concordo com o Victor nessa, Aristóteles, vocês tem um servo representando vocês. Mas nós não temos ninguém. - Olhou por cima do ombro para ambos de forma desafiadora. Como pretendem nos compensar por isto? - Disse ele apontando para frente logo em seguida. Cara isso será um Massacre, o ídolo nem ao menos consegue ficar de pé e não há forma alguma de ele vencer. Mas eu estou apostando nele. Leone! Aposto cinco mil no cantor... - Dizia ele puxando de dentro das suas vezes cinco maços de dinheiro e colocando sobre a mesa.

Ao notar que aquele em que havia apostado morreu, ele começava a mudar os termos da aposta.

Bom já que chegamos a isso, eu aposto em Minaka. - Disse ele rindo, na verdade só queria ver ambos se matando.
avatar
Bleidd Sizigium
Gwyn-llys
Gwyn-llys

Posts : 19
Join date : 16/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Hae-il Aristóteles em Sab Jan 28, 2017 8:34 pm

Toda aquela situação apenas me deu um sentimento.

— Senhor, posso esperar lá fora? Não estou afim de ver esta briga — falei, me dirigindo à Kaprasius. Agora eu não estava mais com tanta paciência quanto eu havia chegado com. Além de Victor e Bleidd parecerem surdos e burros, pois não prestaram atenção no que eu havia dito e, assim, continuaram a culpar meu avô. Por causa, mas não unicamente disto, não aguentava mais ficar naquele local com todas aquelas figuras irritantes.
avatar
Hae-il Aristóteles

Posts : 201
Join date : 06/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Lazarus Eastburn em Sab Jan 28, 2017 8:43 pm

Kaprasius tinha a feição enojada, essa era a melhor definição para seu estado atual e ele virou o rosto, suspirando de forma irritado.

- Certo, como preferirem. Meus assuntos aqui estão acabados. - Ele olhou por cima do ombro para Victor. - Se Kweg estivesse aqui, certamente ele seria alguém muito mais racional do que você para conversar e entenderia por que meu neto entrou nisso tudo.

Tornou o olhar para Hae, suspirando e pousando a mão em seu ombro, sussurrando.

- Honestamente, eu também quero ir. Todavia, não é seguro com esses... Sociopatas. Estamos sem magia, e do lado de fora tem um batalhão preparado para cortar qualquer coisa no caminho... - Ele suspirou resignado. - Enquanto não pudermos nos defender apropriadamente, o mais sábio é esperar aqui...
avatar
Lazarus Eastburn

Posts : 71
Join date : 24/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Blair em Sab Jan 28, 2017 8:54 pm

Pela primeira vez, "Typhon" ficou de pé, e ele mexeu no tablet, o qual abriu uma chamada de vídeo, onde aparecia apenas as costas da cadeira, conforme alguém falava com sua voz alterada.

- Aah! Vocês ficam falando tantas coisas maldosas! Eu acho que vou chorar... Hah! Honestamente, eu não esperava ouvir tantas idiotices dos meus tão e velhos companheiros tsc tsc... Ah, eu estava ouvindo tudo, viu? Sobre o pobre rapaz que morreu, até mesmo o casamento do Leone e da Waria. Aliás, meus parabéns pelo casal, viu. Hm, mas por que mesmo que eu queria falar aqui diretamente..? Ah sim...

O tom de voz imediatamente ficou sério.

- Seus bando de imbecil e canalha sem mãe ou pai, parem de ficar falando o que eu iria fazer ou não fazer. Eu não concordo com esse tipo de coisa; derramar sangue inocente dessa forma. Urgh, me faz sentir sujo só de pensar nesse tipo de coisa, como se eu fosse um daqueles burgueses estúpidos. Ah... Vocês dois ai, erm, Minaka e Lupus, certo? Olha, eu sei que não to ai presente e etc, mas, eu não iria desperdiçar meu tempo com esse tipo de coisa.

Ele pareceu erguer algo pro alto, parecendo ser um par de óculo que logo abaixou, parecendo limpar os mesmos.

- Lupus, eu entendo a questão de querer lutar e limpar seu nome e etc, mas, derramar sangue não vai provar ponto qualquer, apenas vai provar o que essa garota estava te acusando de ser. O que, aliás, eu acho que é um tanto cruel colocar a pobre garota numa luta pela vida dela agora que o namoradinho dela está, sabe, MORTO. Honestamente, você esperaria que depois de alguns séculos as pessoas se tornariam decentes... Tsc. - O desconhecido suspirou irritado. - Victor, Bleidd, sei que sentem falta de sair pelas ruas matando inocentes como se fosse assunto de ninguém, mas, não acha, sabe, hipócrita sair matando pessoas dessa forma? Quer dizer, tudo bem que não caímos longe disso tudo, mas, sabe... Ficar botando um ao outro para se matar dessa forma é bem estúpido, e também, eu acho que é injusto com a Minaka; eu aposto que ela iria perder. O que mais... Ah... Kweg... ...

Houve um silêncio desconfortável, mesmo que momentâneo, por parte do rapaz do outro lado da tela.

-... Admito que sinto falta do guri e acho que seria legal falar com ele de volta.
avatar
Blair

Posts : 87
Join date : 07/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Leone Estus em Sab Jan 28, 2017 8:59 pm

O garoto finalmente voltava a prestar atenção no que estava acontecendo quando viu tudo aquilo se desenvolver na sua frente. Retirou por fim a máscara, mostrando o rosto e começou a ficar com os olhos brilhando. 

Hey Bleidd eu aumento a sua aposta de dois para um no pretinho. Ele tem mais cara de Badass que aquela mina ali. - Disse ele rindo curvando seu corpo sobre as mãos, repousando o queixo. Seus pés balançavam para frente e para trás na cadeira. E você Waria? Aposta em quem? - Disse ele voltando sua atenção para a garota foi nesse exato momento em que ele ouviu as vozes de ambos os Aristóteles.

Hey vocês ai. Acho que vocês estão pensando muito dentro das suas caixinhas... - bateu com o indicador nas temporas de forma leve e sucinta. Isso é como ver Saitama versus Speed of Sound Sonic, a gente já sabe que a mina vai ser massacrada. Mas queremos saber qual será a reação do negro, sacou? Tipo é basicamente a rainha branca contra o Rei preto. Isso é empolgante, além do que o Kweg é meio frouxo ele ia começar a chorar e impedir os cara de ficar aqui. Mantenho meu voto no senpai. - Olhou para todos os outros ali. Como se os obrigasse a voltar no mesmo nome que o dele. Afinal, queria ver como se desenvolveria aquela situação toda.



Foi quando ouviu finalmente a voz de Typhon, o verdadeiro ecoando e um sorriso cínico surgiu na sua face. 

Hey Typhon, você pode negar o quanto quiser. Mas eu não acho que meros séculos de vida o transformariam numa pessoa e só você gosta do jeito daquele molequinho. Então é, acho que não vai rolar não... tu tomou um cockblock - Dizia ele claramente irritado que o homem tentava acabar com a diversão.

_______________________________________________________
avatar
Leone Estus
Clock Tower
Clock Tower

Posts : 38
Join date : 27/01/2017

Ficha
Hp:
290/290  (290/290)
St:
8/8  (8/8)
MC:
220/300  (220/300)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Carmen Han'Yodoru em Sab Jan 28, 2017 9:02 pm

A garota estava prestando atenção na situação se desenrolando com um sorriso nos lábios.

- Oooh, uma briga pela honra? Isso é algo interessante de se ver, pupupu~ Hm?

Olhou para o tablet, um tanto entediada com a cara-cadeira que aparecia ali, falando um monte de baboseira sobre fazer o certo and shit. Waria suspirou.

- Você parece o Clemence, fala sério. Aliás... - Ela olhou para os outros, com uma expressão de dúvida. - Quem é esse tal de Kweg? Quer dizer, se ele é tão foda assim, ele deveria tar aqui, certo?
avatar
Carmen Han'Yodoru
Clock Tower
Clock Tower

Posts : 156
Join date : 13/01/2017

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Pope Paolo V em Sab Jan 28, 2017 9:11 pm

A mulher após ter sido jogada para o lado por Lupus caiu de joelhos no chão chorando. Chorando como se não houvesse mais amanhã, como se toda a desgraça do mundo tivesse caído sobre ela e de fato havia.

Olhou cheia de revolta em direção a Victor apontando para o corpo desfalecido de Shibari e para a luta que estava prestes a acontecer.

Victor! O que você fez? Por que você fez isso? Porquê?! - A mulher de joelhos se atirou aos pés de Lupus e de Minaka, tentando impedir mais mortes desnecessárias. Por favor não fiquem a entreter esses monstros, ouçam Abraham... mesmo ele sendo do jeito que é, até mesmo ele é incapaz de ferir tantas pessoas por puro egocentrismo. Se quiserem descontar a sua raiva... - Começou a soluçar enquanto abraçava os pés de Lupus com todas as forças que tinha. Descontem em mim. Ambos vocês, mas não se matem.


Olhou para cima tentando olhar no fundo de seus olhos. Esperava que eles começassem a golpear-la de forma sincera, porém, não mexeria nenhum músculo para tentar se defender. Tudo para que parasse aquilo de uma vez por todas. Olhou para para trás, sendo atacada ou não, e gritou.

Victor direta ou indiretamente Waria clamou por Kweg... você é obrigado a trazer-lo! Querendo ou não a Lanterna não é mais sua! - Ferida (ou não) ela continuava ali esperando acabar a fúria e a ira de ambos os dois combatentes. Indiferente de como isso iria afetar-la.
avatar
Pope Paolo V
Igreja
Igreja

Posts : 22
Join date : 27/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Padre Clemence em Sab Jan 28, 2017 9:30 pm

Clemence ficou em choque quando Lupus pegou a Papisa e a jogou daquela forma, chegou até se preparar para brigar com o mesmo, todavia, foi puxado daquela forma erm... ... Desconfortável, afastando o corpo conforme era abraçado para conter seus impulsos, sendo obrigado a ver o jovem Shibaki ser morto na frente deles.

O jovem padre ficou pálido por alguns instantes, sem qualquer reação enquanto o sangue vertia daquela forma, e imediatamente, quase conseguiu se libertar, mesmo seus caninos ficaram maiores assim como as marcas que geralmente existem em Tenko pareceram brilhar brevemente na sua face.

- Como ousa?! - Mesmo sua voz pareceu ficar distorcida diante daquela fúria, todavia, ao ver a papisa indo para frente daquela forma, ele tomou a iniciativa e se colocou na frente da mesma, encarando furiosamente ao redor. - Derramar sangue por sangue não é a solução! Parem com isso! Parem de derramar sangue na frente de vossa Graça!

Ouvi-la chorando daquela forma certamente o deixava muito puto, apertando os punhos.

- Se alguém a ferir terá de passar por mim primeiro! Se alguém quiser ferir qualquer um aqui, vai ter que passar por mim!
avatar
Padre Clemence
Igreja
Igreja

Posts : 84
Join date : 13/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Lucca Archibald em Sab Jan 28, 2017 9:49 pm

Tudo foi rápido demais. De novo.
Tentou segurar a Papisa quando ela foi jogada daquela forma para si. Escutou as palavras que eram para a acalmar, mas, o sangue que caiu, não desmentia o que aconteceu. Lágrimas começaram a encher seus olhos.

Não estava conseguindo processar, sequer conseguiu escutar as palavras do Victor ou do Lupus para si.

- Por que..?

Ela murmurou baixo primeiro, enquanto todos estavam discutindo daquela forma, ela caminhou em direção do rapaz Shibaki que caiu no chão daquela forma, se abaixando na frente dele. Tentou usar magia, mas, sentiu que suas habilidades estavam ainda bloqueadas. Ainda sim, colocou a cabeça do mesmo no seu colo, sorrindo em choque.

- Po-Por favor, fique acordado... Por favor...

Sua voz tremia. Lentamente começou a soluçar conforme se inclinava sobre o corpo, soluçando.

- Por que... Por que vocês... Por que...

O sangue ao redor do corpo pareceu se acumular para perto da garota, conforme seus lábios começaram a murmurar um encantamento para ativar seu sigilo, até mesmo se preparou para lançar o mesmo contra a lamparina, com raiva brilhando em seus olhos, mas, lentamente, parou, olhando para si mesma, horrorizada.
avatar
Lucca Archibald

Posts : 535
Join date : 07/01/2017

Ficha
Hp:
200/200  (200/200)
St:
4/4  (4/4)
MC:
250/250  (250/250)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Origin's Word Creator em Sab Jan 28, 2017 10:16 pm

O rapaz observava tudo que estava acontecendo naquele lugar e de fato podia perceber todo aqueles ânimos se exaltando de uma vez só e seu medo e hesitação começava a se transformar em ódio e angustia: De fato, até agora, suas suspeitas sobre Victor pareciam estar corretas e isso irritava o Árabe ao ponto de lançar uma pergunta que possivelmente não o agradaria no final das contas. Mas sua atenção foi completamente desviada para Lucca que se aproximava até o cadáver do Idol e ele permaneceu a encarando por alguns momentos até notar que havia algo . . . Estranho, no comportamento dela.

. . . Lucca ! - Shariz ignorando todo o resto, praticamente se colocava a frente dela que estava se aproximando até a Lamparina Magica e com ambas mãos a segurava de leve pelo rosto para que pudesse a encarar diretamente, e em alguns momentos depois, a abraçava para tentar a conter. - Se acalme . . . Eu imagino o que esteja pensando em fazer agora . . . Mas se fizer isso, mais sangue inocente será derramado em vão . . . - Afirmava para ela enquanto virou-se desta vez para a Papisa que estava aos prantos também. Era muita coisa acontecendo de uma vez só para o rapaz e ele não sabia como reagir. Mas algo o intrigou . . . Quem era Kweg ? - . . . Sr Vooher, por favor, recue apenas desta vez. Não esta percebendo que para Victor e muitas pessoas nesse momento você está agindo como um cão de briga ? Se você der o que eles querem aqui e agora, você apenas os irá divertir de todas as maneiras. Se você realmente for a pessoa honrada da qual eu conheço, eu peço que recue por enquanto e resolve seus problemas com a moça ali em outro local. Papisa já não tem mais sanidade para aguentar mais violência . . . O mesmo diz para Lucca.
avatar
Origin's Word Creator

Posts : 562
Join date : 06/01/2017

Ficha
Hp:
140/140  (140/140)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/280  (0/280)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Kweg Gweni em Sab Jan 28, 2017 10:19 pm

O corpo de Victor movia-se involuntariamente fazendo com que seu braço direito se auto-infligisse dor e machucados. Seu sangue começou a pingar dentro do Cisne que ali estava e uma breve ventania começou a soar no lugar.

Seus olhos começaram a lacrimejar imparavelmente. Seu corpo começou a diminuir enquanto ele tentava de todas as formas lutar contra aquilo. A sua boca começou a se mover aleatoriamente soltando frases sem sentido para quem não a compreendesse.

- ... Victor eu por que você sucumbiu? Terei que treinar-lo novamen- A frase foi interrompida por outra que veio logo em seugida.

Kweg não... espere! Você não

- Victor você virá não pode mais resistir a isso. A lanterna clamou por mim, isso significa que você não estava sendo justo. - Por fim a face de uma criança surgia em meio ao turbilhão de ar e todo aquele corpo que jazia adulto agora era simplesmente um moleque.

Ele se levantou de seu lugar e tocou o ombro da papisa atirada ao chão.

- Desculpe-me, Mariabelle... - Dizia ele de forma firme, porém, era possível ver as lágrimas que escorriam de seus olhos enquanto ele abraçava a mulher. - Lupus eu sou Kweg Gweni, tecnicamente eu sou o seu líder. - Ele sorriu para o homem ignorando toda a fúria do mesmo. - Não ataque a Papisa, não é culpa dela... é minha por ter permitido isso e não prestado atenção nos movimentos de Victor.

Seu corpo começou a brilhar revelando um tom branco e azul pelo lugar. O tom era extremamente cego e quase cegante. A parede de luz tornou-se um pequeno círculo. - Por favor despeçasse dos seus antes queridos, ambos vocês. - Disse ele ajoelhando-se e beijando seus pés. - E me perdoem por ter sido uma péssima pessoa.

Levantou-se virando para os demais.

- Eu sou Kweg Gweni, eu tenho apenas doze anos, então todos vocês tem mais experiência que eu. - Curvou-se de forma humilde à todos os outros e até mesmo abaixou a cabeça tocando sua testa no chão após ficar de quatro perante todos. - Façam o que quiserem comigo, essa é a minha obrigação como sucessor de Victor arcar com todas as suas decisões. Não haverá batalhas aqui, não haverá derramamento de sangue. - Continuava de cabeça baixa sem saber o que estava acontecendo


Todas as sombras ajoelham-se junto à ele. Pedindo perdão por terem matado o jovem Shibaki de forma tão brutal.

- Sei que sou indigno dos vossos pensamentos bons ou maus, sei que a minha presença aqui nada mais é do que uma afronta a todos vocês. - Fechou os olhos ainda chorando. Dessa vez não conseguindo mais controlar os soluços e ainda assim mordia os lábios com toda a sua força para não acabar com se descontrolando e perdendo a sua "moral" com aqueles. - Kaprasius, Hae-il desculpem-me por permitir que vocês entrassem na guerra. Foi eu, afinal, quem os aconselhou à isto e é minha responsabilidade por vocês também.

Começava a bater a cabeça no chão, o som dos baques era extremamente alto ao ponto de todos poderem escutar. Tentava com todas as suas forças não se desesperar ali e naquele momento.

- Por favor não odeiem o Victor por isso! - Gritou com todas as suas forças, se sua face pudesse ser vista ele estava babando e seu ranho não parava de escorrer. - Perdoem também essas dez pessoas que apenas estavam cumprindo suas ordens! - Ele continuou a se lamentar por todas as vidas que estavam indo embora.

A mão destra ia em direção ao peito apertando. Sentindo toda a dor do mundo e todos ali podiam ver algo que se assemelhava à uma mini montanha sobre ele. Seus sentimentos de responsabilidades eram tão grandes que quase se tornavam palpáveis.

- Se quiserem, me matem... me torturem... destruam a minha alma de uma vez por todas, mas não descontem isso no Victor. Eu tentarei compensar por Shibaki na morte dando à ele tudo o que ele quiser, eu também compensarei todos vocês com o que bem desejarem. - A criança continuava chorando e se auto mutilando de forma coesa.

Levantou-se após aquele tempo e caminhou até a mesa.

- Vou libertar todos vocês. - Passou a mão sobre a lamparina a fazendo desaparecer. Uma fumaça preta entrou todas as pessoas que ali estavam devolvendo todas as suas habilidades de forma interina. - Vocês, sombras, vão embora daqui agora! - Gritou para seus seguidores que desapareceram. Ninguém mais estava ali para proteger-lo dos demais líderes.

Algumas inscrições surgiram em seu braço.

- Eu, Kweg Gweni detentor do sigilo da família Gweni e do seu orgulho, libero todos vocês desse massacre assim como anulo todos os meus poderes, mas antes. - Procurava pela alma de Shibaki para ser capaz de pedir perdão enquanto estava ali ainda, porém não a encontrou. - Shibaki está vivo. - Sorriu ele aliviado e chorando. Dessa vez não mais conseguia se controlar, desmoronou.

Seus berros em meio aos soluços e as cafungadas do nariz tiravam dele total e completamente o sentimento de antigo líder da seikishidan. Encostava na mesa tentando se manter "vivo" para não voltar a fazer isso. Toda a magia do seu corpo se foi naquele momento, assim como todos puderam perceber. Ele estava tão vulnerável quanto um bebê recém nascido. Não iria resistir se qualquer um tentasse o matar naquela hora, assim como não culparia quem o fizesse.

No meio do seu choro ele apenas levantou a cabeça para sorrir uma ultima vez, esperando a morte certa.

- Eu continuarei amando todos vocês, independente do que façam. - Dizia ele.


_______________________________________________________
avatar
Kweg Gweni
Seikishidan
Seikishidan

Posts : 74
Join date : 16/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Barracão Separado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 9 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12, 13  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum