Igreja

Page 17 of 18 Previous  1 ... 10 ... 16, 17, 18  Next

View previous topic View next topic Go down

Igreja

Post by Ryou Hayashi on Tue Jan 03, 2017 4:29 pm

First topic message reminder :

A igreja é um local bem humilde se for olhar toda a cidade. Os que ainda a frequentam dizem que os demônios dos pecados estão correndo soltos e as pessoas estão esquecendo dos seus deveres divinos, mas certamente os empreendedores não se incomodam nenhum pouco quanto ao que esses velhos dizem.
Possui acesso ao Pine Grove, e anexado à igreja tem uma pequena capela para velar os mortos.

-> Cemitério Pine Grove
-> Principal
avatar
Ryou Hayashi

Posts : 924
Join date : 2017-01-02

Ficha
Hp:
0/0  (0/0)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/0  (0/0)

Back to top Go down


Re: Igreja

Post by Houko Choi on Wed May 03, 2017 9:52 pm

*Ainda se perguntando o como iria se livrar daquilo para poder sair sem necessariamente lutar com uma mulher que não possuía mais seus poderes, o moreno pisava algumas vezes no chão procurando testar sua resistência para saber se podia simplesmente quebrar ou teria que apelar*
 
-Bem, se não tiver muita ideia de como começar nesse plano eu posso te ajudar nisso, eu possuo uma empresa bem grande cujo dotes buscam ajudar o mundo todo das mais diversas formas, tanto que temos cerca de 5 Nobeis da paz... Você não deve saber do que se trata mesmo com o conhecimento herdado dessa era, mas é algo que basicamente deixa clara a nossa contribuição, e bem, acho que ajudando você eu acabarei me ajudando, seria mais algo para a lista de feitos da Edencorp. –Voltou a atenção para Lucca e prestou atenção no que ela dizia, pegou então aquela pedra que não era a que gostaria, na verdade ela seria inútil, afinal,  para que ele iria usar aquilo? Fazer uma nova guerra? Tentar refazer a pedra que realmente sonhava seguindo o que aprendeu com Kuro? Bem, nada disso fazia sentido em sua vida, se não fosse para tornar seus filhos humanos e sua familia plenamente imortal assim como si mesmo assim como trazer quem se foi de volta a vida, de nada adianta.
 
-Entendo. –Fechou o punho tendo certa seriedade em suas palavras, realmente sua jornada até ali havia sido uma falha completa, mas pelo menos tinha aquele premio de recordação que pelo menos parecia ser fisicamente o que queria ter, talvez fizesse um pingente com aquilo.
 
-Ahn... Dessa vez eu teria que fazer com alquimia, é, realmente, eu me esqueci desse detalhe... –Acabou dando uma breve risada, mas quando foi fazer algo aquele árabe tomava sua frente. Uma sutil pontada brotou em sua cabeça novamente e de novo ele via imagens borradas que o faziam tomar expressão estranha, era como se estivesse lembrando de algo embora estivesse tudo turvo.
 
-Você deveria medir um pouco suas palavras, nem toda a loira é burra, mas você faz jus a esse boato falando desse jeito do meu filho, afinal, você primeiro diz a ele que apenas ficou com ele por amar esse Arabe, depois teve toda uma sequencia de atos, ele nunca sentiu nada por ninguém e o máximo de afeição que ele trocou com uma mulher foi com uma mulher vazia que apenas o treinou para ser um assassino e nada mais, então assim, se for para falar dele peço que reveja os seus conceitos primeiro, eu não criei Shibaki para ele entender suas crises neuróticas, e ele gosta de você, chorou por você, se machucou por você e te protegeu de mim o máximo que pode enquanto eu estava sob posse daquela Besta Fantasma, já esse homem te quebrou e ameaçou seu filho, no seu lugar eu tinha matado ele, ninguém ameaça minhas crianças e sai impune...  –Acabou sentindo uma dor de cabeça mais forte ao dizer aqueles ditos e por momentos ele acabava vendo Kuro entre os flashs que o faziam ficar em silencio, era como se tudo estivesse se manifestando mesmo que de forma confusa.
 
-... –Seu olhar permanecia vazio e agora em sua memoria jazia as lembranças de quando Beatrice foi morta, a seguir era a vez de Lupus e finalmente a de Leneth... Sua mente demorava a processar tudo direito, tudo ia ficando cada vez mais claro junto aos ditos da entidade que até então o acompanhava e também de seu urro final que parecia clamar por ajuda. Olhou para cima e percebeu Bleidd se aproximando de Gael, tudo se tornou lento, muito lento, ele avançou mais rápido que o loiro, muito mais... Mas seu poder o traiu novamente, acabou batendo na barreira que o mantinha em um espaço curto junto a Shielder, um acesso indestrutível que fez para garantir que ela não iria fugir, não antes de derrota-lo.
 
-GAEL! –O olhar do moreno congelou naquilo e devagar seu corpo ia caindo no chão de joelhos, o circulo abaixo dos pés brilhava anunciando de que dali ele não poderia sair.
 
-Ele era só uma criança... Ela era só uma criança... ELES ERAM APENAS CRIANÇAS! –Os cabelos negros ficavam sobre os olhos enquanto a mão permanecia no rosto o escondendo, ele agora ficava ali caído com a mão no rosto e dentes serrados, realmente frustrado, realmente quebrado, seu outro punho ficava apertando aquela pedra com força.
 
-URIEL! EU PAGO SEU PREÇO! –Apertou mais forte e a pedra que brilhava reagindo a seu próprio poder magico e não o dela em si que agora como ele já bem esperava era um item inútil, todavia, aquele espirito iria surgir, ou quem sabe outro, esperava que não fosse o diabo.
 

-POIS EU CLAMO QUE PELA VIDA DE GAEL, LUCCA ATIVE SEU MAGIC CREST! –Bateu a testa ferida pelo golpe que deu em Shielder na barreira que o impedia de sair e levou o punho com o item até o peito mantendo a mão no rosto, agora era só esperar e fazer o que desejava, aquilo não iria se repetir de novo, não diante de seus olhos, nunca mais! 
avatar
Houko Choi
Gwyn-llys
Gwyn-llys

Posts : 504
Join date : 2017-01-07

Ficha
Hp:
160/160  (160/160)
St:
0/0  (0/0)
MC:
1820/1820  (1820/1820)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Lucca Archibald on Wed May 03, 2017 10:12 pm

- Eu não estou negando que eu errei. - Admitiu, olhando para baixo. - Mas, os erros uns dos outros não justificam ameniza-los... É como roubar por que foi roubado.

Mas, compreendia o ponto dele. Não iria conseguir seguir em frente sem falar com Shibaki uma ultima vez, e por mais que seu coração ainda estivesse guardando Shariz dentro de si...

-... Eu só gostaria que tivesse sido tudo diferente. - Voltou o olhar para Shariz agora e,ao mencionar sobre quando se encontraram na ponte, avermelhou sutilmente e riu. - Ah... É um pouco vergonhoso lembrar disso... Parece que faz tanto tempo agora... Eu estou feliz que esteja vivo, Shariz... Eu entendo a necessidade das suas decisões, e... Sinto também a veracidade dos seus sentimentos. Mas, acho que o Houko de fato tenha um excelente ponto sobre você ter me ameaçado.

Deu um riso sem jeito e suspirou, olhando para baixo. Realmente queria que as coisas tivessem sido diferentes.. Revisava em sua mente cada momento que passou e vivenciou, cada dor que teve... Talvez, fosse melhor não ter obtido ela mesma o Graal pois seu fim não seria tão bom quanto gostaria que fosse. Seu momento de contemplação foi interrompido quando escutou o som de outra pessoa chegando ali, seguida do som de diversos corações falando ao mesmo tempo.

Uma dor de cabeça tomou sua mente, soltando um gemido baixo de dor. Era muito.... Mas, Lucca apagou quando Houko fez aquele comando. Uma veste celestial apareceu sobre seu corpo, uma especie de armadura revestindo seu torso e a visão breve de um ar de asas se fez em suas costas.

Uma arma surgiu em seguida, a forma de uma lança e Lucca pulou na frente do Houko, olhando firmemente nos olhos do Bleidd. Conseguia sentir perfeitamente quais eram as intenções desse e, treinada como era, não era afetada por todos os presentes.

- Senhor. - Virou um pouco o rosto para Houko. - Eu sou um dos representantes oficiais da Lucca, um dos Tronos. Eu compreendo que essa garota pode se ferir se não cumprir as ordens, mas, como...

Era mais lenta do que o arcanjo, então deu um tapa na própria cabeça. Caminhou em direção do corpo do garoto e se abaixou, a arma desapareceu e estendeu a mão sobre o ferimento. Concentrou-se, vindo a fechar os olhos e o ferimento começou a se fechar e até mesmo os ossos a se reconstruirem numa espécie de versão ainda mais poderosa da magia da igreja. Ao terminar, abaixou-se um pouco.

- Garoto... Acorde.

Chamou sutilmente a principio, dando alguns tapinhas em seu rosto.

- Você ainda não está no purgatorio.


Last edited by Lucca Archibald on Wed May 03, 2017 10:24 pm; edited 1 time in total
avatar
Lucca Archibald

Posts : 535
Join date : 2017-01-07

Ficha
Hp:
200/200  (200/200)
St:
4/4  (4/4)
MC:
250/250  (250/250)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Leonor on Wed May 03, 2017 10:19 pm

- Ooooh? É mesmo?

Os olhos da Lugal se acenderam de animo diante daquela afirmação, levando a mão ao queixo e a acariciando enquanto planejava seus próximos passos. Não iria atrapalhar a discussão entre eles, mas... O cheiro de sangue encheu o lugar.

Virou-se surpresa, não estava assustada.

- Mas que merda..?

Os gritos do Houko chamaram sua atenção para outra coisa e arregalou os olhos ao ver o corpo daquela criança morta. Engoliu em seco e observou o aniquilador da mesma... Ele... Sim, ele parecia um dos lobos selvagens... Ficou em guarda instintivamente, e veio até a rir quando Albert a chamou.

- Tem um problema: eu não tenho como.

Bateu o pé no chão, indicando para a runa que a prendia com Houko.
avatar
Leonor

Posts : 87
Join date : 2017-01-02

Ficha
Hp:
503/540  (503/540)
St:
400/400  (400/400)
MC:
250/250  (250/250)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Baldhur Fried on Wed May 03, 2017 10:40 pm

O homem que aparentemente se mostrou desinteressado em tais assuntos, apenas continuou oculto enquanto o ar era a sua única companhia no momento, cujo sua reação mudou quando sentiu a presença de um exército naquele local, e viu a morte daquele garoto cujo aquilo não o impressionou por se tratar de Bleidd.  


Reação do Brandon após ver  o Bleidd com a negada:


De fato aquela ameaça o deixou meio incomodado com tal presença que estava a tentar ser chamativa demais para um local sagrado. Pensou em se materializar e colocar o pau na mesa. De fato estava com culhão para enfrentar aquela organização, mas não podia arriscar sua vida nisso, tinha duas organizações, uma loli, e uma grande família para cuidar. 

'' Irei me retirar, se meu tio estiver com risco de tal morte, eles terão que sentir a sua fúria, Astrid. ''

Disse para si mesmo, mas como ele e Astrid eram almas gêmeas falar com si mesmo era a mesma coisa que falar com sua parceira. Brandon então saiu daquele local permanecendo oculto, tinha que ir em um lugar mais importante do que assistir um demente gritando pra um caralho. Viu que a arma de gás mostarda ainda estava consigo, mas não queria deixar algo tão mortal nas mãos de alguém presente, então apenas seguiu o seu caminho para o seu destino. 


_______________________________________________________
avatar
Baldhur Fried
Leode
Leode

Posts : 460
Join date : 2017-01-06

Ficha
Hp:
180/180  (180/180)
St:
80/80  (80/80)
MC:
980/980  (980/980)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Origin's Word Creator on Wed May 03, 2017 10:53 pm

. . . Sim, ele não está errado, Lucca. Como ele mesmo disse eu jamais vou conseguir me perdoar por ter a ferido e a ameaçado daquele jeito . . .  Mas e se eu tivesse agido da maneira de sempre? E se ela tivesse depositado um pingo de confiança em mim? Como o seu contrato com ela reagiria visto que, se ninguém de sua família aprovar as pessoas que ela aprova, automaticamente a mataria dependendo da circunstancia ? Pelo menos era isto que tinha em mente . . . Eu nunca quis a machucar de verdade por frieza e sadismo. - Nisso voltou o seu olhar para o cientista, e certamente não era nada agradável pois ainda se aproximou até ele para o observar de mais perto.- Pelo menos eu ainda sou homem o suficiente para oferecer minha cabeça para ela se necessário para pagar os meus pecados. Mas enquanto o seu filho, que é um frouxo qualquer que renegou seu Neto por pirraça apenas para demonstrar o quão ''especial'' ele é? Você sabe ao menos a tamanha frieza que ele reagiu ao ter a sua mulher e filho ameaçados ? Antes de querer falar de meus pecados contra ela, aprenda os de Shibaki: Porque pelo visto, o caráter dele se resumiu perfeitamente pela versão que você ouviu. Quem sabe assim - Explicando o que realmente houve e esclarecendo certas coisas- ele ainda tem alguma chance de virar um homem: Porque no meu ponto de vista, é só um maricas covarde que não quer assumir o seu próprio sangue por ódio e arrogância mesmo já tendo tudo o que quer por causa de um maldito contrato magico. E se faz questão de confirmar se é verdade ou não o que eu falo, pergunte para Brandon, ele estava presente no momento e escutou tudo saindo da boca daquele lixo. Existe algo a mais que você queira saber, ou vai me matar por não aguentar o fato de que seu filho renegou a sua tradição familiar e optou para um suposto inimigo para cuidar por ele ? Porque sinceramente . . . Isso é muito patético até mesmo para alguém como ele sentir orgulho.

Sua cabeça estava tendo diversos choques constantes muito ao ver que aquele rosto era extremamente familiar . . . Mas no momento em que ele acabou começando a ter várias convulsões ao ponto de começar a bater a sua própria cabeça naquela pedra que recebeu da loura a alguns instantes atrás. Nisto que acabou virando para ela ficou ainda mais surpreso com o que estava acontecendo naquele instante: Trono . . . ? O que ela quis dizer com isso ? Sua linha de raciocínio foi interrompida ao sentir um corpo o atirando contra o solo devido a sua distração, e quando seus olhos foram verificar o que era realmente . . . Não houve uma reação sequer.



. . . As-Salamu Alaykum. - Por mais que o odiasse depois de tudo o que houve, acabou o deitando no solo sagrado daquela igreja em ruínas e fechou os olhos da figura morta a sua frente em sinal de respeito. Decidiu esperar, no fim e contra a sua vontade, fora da Igreja naquele momento . . . Querendo ou não, realmente não havia nada que pudesse fazer naquele instante. Se sentiu totalmente fútil e incapaz de realizar qualquer coisa perante aquelas duas energias insanas . . . Só restava esperar para saber se seus esforços seriam ou não em vão.



MDT - Rua Principal mesmo porque né . . . Longinus machuca sem querer querendo.
avatar
Origin's Word Creator

Posts : 562
Join date : 2017-01-06

Ficha
Hp:
140/140  (140/140)
St:
0/0  (0/0)
MC:
0/280  (0/280)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Bleidd Sizigium on Wed May 03, 2017 11:45 pm

— Vejo que não falhou verdadeiramente em sua missão, Vladimir. — Disse o loiro, caminhando vagarosamente em sua direção com a grandiosa lança tendo sua lâmina virada para baixo, fendendo o chão por onde era arrastada. — Mas, agora, seu compromisso não é com Gwynn — um sorriso desafiador formou-se em seu rosto, quase que de forma lúdica — É somente comigo. — Brandiu sua lança de forma agressiva, que rasgou o chão à sua frente com o rápido movimento performado, enquanto sua lâmina radiava em energia divina que espantava qualquer vestígio de escuridão do local. 


—  Está na hora de eu dar um fim a este eterno retorno... — Ele avançou em direção ao moreno, mutilando sua mão que firmemente segurava a Pedra Filosofal que, devido à força investida no movimento, foi arremessada para alguns metros dali.

_______________________________________________________
avatar
Bleidd Sizigium
Gwyn-llys
Gwyn-llys

Posts : 19
Join date : 2017-01-16

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Gael Estus on Wed May 03, 2017 11:56 pm

     Enfim poderia dizer que vai descansar em paz, ou quase, iria ser atormentado por demônios pela eternidade e que assim seja?
     Teve uma sensação estranha, sua vida voltava ao corpo, parecia estar sendo sugado de volta, e sua ida para o inferno aparentemente estava indo em reverso.
     No chão, seus olhos abriram, piscaram alguma vezes, ficaram no rosto de Lucca... Não tinha o que dizer, muito menos entender o que tinha acontecido, realmente aconteceu?
     Se era para partir daquele comento, porque não fora para uma melhor?
     Moveu sua mão direita até o rosto da mulher, acariciava de leve, era involuntário sua ação, parecia estar renascendo, era como se visse sua mãe no rosto dela, mas acabou despertando-se.

- Eu... Revivi?

     Quando falou, tratou de se levantar independente de como Lucca estava segurando ele, e assim olhando para todos, e principalmente para Bleidd, no qual sua raiva era totalmente depositada, não hesitou em perguntar, fechando os punhos.

- Filho da puta.... Porque? 

     Dava para vê-lo ofegante; mal tinha acabado de reviver e já exalava raiva, ainda era latente seu sentimento, e tão pouco parecia que acabaria, se segurava para não pular para cima dele, não era bobo de enfrenta-lo com a Lança em mãos, ainda mais que poderia morrer de novo. E ainda mais com o ataque de agora.
avatar
Gael Estus

Posts : 27
Join date : 2017-04-16

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Houko Choi on Thu May 04, 2017 12:05 am

*Ao ser protegido por aquela figura que possivelmente não era Uriel, Houko permanecia ali com sua mão no peito como se quisesse ativar aquele item que tinha consigo nem que fosse a força, nem que fosse apenas para ele se tornar uma reserva de mana gigantesca perante o que ele desejava fazer com aquilo, afinal, provavelmente iria precisar*
 
-Minha filha Leneth, ainda essa noite... Não há mais tempo? Eu a quero de volta... -Ofegou pesadamente e voltou o olhar para Bleidd entre seus dedos, parecia conter emoção forte nos olhos, mas não dava para se saber o que era, raiva, tristeza, euforia? Só era o suficiente para atravessa-lo e faze-lo sentir que aquele homem não se acovardava perante seu poder.
 
-...? -Olhou então o que aquela entidade fazia e percebendo que ela tratava de Gael certo alivio veio para si, então pelo menos ele iria viver? Menos mal. Foi se levantando devagar e se dispos a ficar frente a Shielder.
 
-Você fica atrás de mim, seus poderes se foram e eu ainda preciso ensina-la sobre mágia, mas como pode ver, eu... Eu não tenho tempo agora. -O que estava dizendo? Não podia ensinar nada para ela! Na verdade podia, de tantos anos que viveu boa parte da magia moderna ja lhe era de maestria embora todo seu corpo resistisse a no maximo 5 delas de cada vez, consequentemente sim, poderia ensina-la tudo, mas... Como assim? Aquilo era quase afirmar que ela iria consigo e não era bem assim.
 
-... –Agora não sabia o que sentir, tinha que lidar com um líder furioso que provavelmente queria mata-lo, lidar com a morte de mais uma de suas filhas, provavelmente com a ingratidão de Gael e encheção de saco de Albert em relação a Shielder caso ela decidisse aceitar sua ajuda, era coisa demais para a cabeça e normalmente deixava isso com Kuro, realmente surtar era mais fácil do que ficar digerindo toda aquela lenga lenga.
 
-Não é meu neto, é MEU filho, Shibaki é MEU clone feito apenas para servir como meu próximo receptáculo, eu fico pasmo de saber que ele ainda pode sentir algo mesmo depois de assim como pedido por minha outra filha eu ter desligado boa parte das emoções dele que ela fez retornar, então é, sinto muito se ele não tem o mesmo senso comum que vocês, ou melhor, que nós. –Com o árabe próximo e dentro do circulo ele pode acertar um soco forte no rosto dele, algo muito mais do que um mero humano com aquele porte conseguiria, foi quase de quebrar o maxilar.
 
-O sangue dele é 100% meu e aparência que ele possui é o mais próximo da minha quando eu era um fedelho igual ele, ou seja, toda aquela porra dentro dela É MINHA! –Já estava farto daquilo tudo, agora entendia o por que Dante curtia explodir tudo, era um traço herdado de si que ele nunca expor devido o alivio que era deixar Kuro fazer o resto em momentos como esse.
 
-Ela abandonou ele para morrer, ele abandonou ela para viver sozinho, você abandonou ela por sua vingança e ela te abandonou por você ter sido pau no cu, eu tentei destruir esse pais, ela tentou dar para vocês dois, e você explodiu ela, TINHA MIL E UMA MANEIRAS DE FAZER TUDO DIFERENTE, MAS VOCÊS DOIS SÃO DOIS MOLEQUES IMBECIS! –Chutou o árabe o fazendo arrastar um pouco no chão e ainda bem que com isso ele saiu do circulo, senão ia apanhar mais, pior que do G-zuis na cruz.
 
-E SE AS DUAS MOCINHAS NÃO ASSUMEM, EU ASSUMO POR QUE ESSE FILHO É MEU! Ta, eu preferia que fosse com uma loirinha com um pouco mais de peito, quem sabe um quadril... MAS FODA-SE, SOMOS OS ULTIMOS DO NOSSO CLÃ E AGORA EU SOU OBRIGADO A ACEITAR VOCÊS DOIS COMO MEMBROS DA MINHA FAMILIA, ENTÃO SOSSEGUEM ESSES CUS ANTES QUE EU ARROMBE VOCÊS DOIS? FUI CLARO OU EU FALEI CREDO? PUTA QUE PARIU! Vou ter que voltar a usar os cremes ant-rugas que eu ia dar para aquela bruxa desgraçada quando eu encontra-se ela, vocês só me estressam cara, puta que pariu, a buceta dessa menina tem mais fogo que a merda do inferno e vocês dois são outros também, vão tudo se fude, não faz mal eu ter mais um, eu nem gosto de ter filhos mesmo, né? Puts. –Suspirou pesadamente, realmente aquele fardo estava pesado demais, como iria encarar Dante depois daquilo? Havia salvado a loira sem querer, Shibaki ficaria feliz, Sasami tinha Lucille, Minaka tinha a si, mas e ele? Talvez a solidão fosse apenas o que lhe faltava para sua perturbação aumentar e isso o deixava ainda mais frustrado, justo a seu primogênito, justo a ele, justo com ele tinha falhado... Não, para ser mais sincero havia falhado com todos, até com seu outro eu agora selado em outra dimensão.
 
-Eu estava mesmo esperando você. –Ainda ligeiramente irritado, acabou voltando a atenção para seu líder já esperando seu veredito, bem, Gael estava vivo, então não havia o por que tentar lutar, tentar vingar, agora estava tudo bem, ou quase, ainda precisava ter a cabeça de Typhoon para si.
 
-Do que você está... –Acabou arregalando os olhos com o avançar do loiro e logo serrou. Seus passos para trás foram ligeiros passando ao lado da loira aprisionada consigo para então perder o caminho acertando as costas na barreira que o impediu de evadir.
 
-“Maldição...” –A luz o ofuscou os olhos e por isso os fechou por instantes forçadamente e quando deu por si a dor surgiu o fazendo dar um grito sutil que só não foi mais alto devido seu costume com a dor física.
 
-Argh... –Colocou a mão no que havia restado de seu braço que agora sangrava e deixava com que o sangue jorrasse ao chão, os fios de cabelo ficaram um tanto bagunçados e a expressão dolorida se mantinha na face.
 
-A pedra... Argh... Protege-a e me deixe por hora... Apenas... –Disse a seu guardião enquanto sua única chance de lutar havia sido tomada de si, provavelmente como da outra vez aquele homem havia lido seu espirito e consequentemente sua mente, afinal, se fosse para toma-lo a pedra ele teria feito já de imediato e não apenas a lançado ao mundo junto seu punho serrado.
 

-Do que está falando?... Chega desses seus joguinhos Bleidd, você não veio até mim em pessoa para ficar fazendo charadas, o que... O que você pretende afinal? Dominar o mundo? Uma guerra infinita, o que você, oque você... –Não conseguia completar a frase, antes tinha que estancar seu próprio sangramento usando de sua runa de cura que começava a brilhar ali o fazendo então permanecer bem por enquanto. O olhar acabou voltando-se para Gael ao perceber que ele agora estava novamente vivo e por isso acabou sorrindo mesmo com dor fisica e mental, afinal, isso ainda não mudava o fato que havia perdido sua filha para Ryou, mas dessa vez, ao menos dessa vez, havia conseguido salvar uma criança e isso o trazia certo alivio.
avatar
Houko Choi
Gwyn-llys
Gwyn-llys

Posts : 504
Join date : 2017-01-07

Ficha
Hp:
160/160  (160/160)
St:
0/0  (0/0)
MC:
1820/1820  (1820/1820)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Padre Clemence on Thu May 04, 2017 12:15 am

A pequena raposa que se encontrava acompanhando Lucca, ficou feliz em ver que ela retornou a vida, esfregando a cabeça no calcanhar da mesma. A situação estava complicada, mas, sabia que inevitavelmente tudo iria se acalmar...

Ou iria se não fosse pela aparição do Bleidd. De imediato a besta ficou em posição de ameaça, rosnando baixo na frente do Houko e da Lucca, e não conseguiu fazer nada quando a mão do homem foi cortada. Erguendo o rosto e escutando os comandos, Clemence pulou em direção da pedra e literalmente a engoliu.

Tratou de pular em seguida, desaparecendo no ar, assim como sua presença desaparecia do ambiente.
avatar
Padre Clemence
Igreja
Igreja

Posts : 84
Join date : 2017-01-13

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Leonor on Thu May 04, 2017 12:22 am

Lugal-Gin observava o decorrer daquela discussão com um sorriso nos lábios. Na realidade, se fosse no seu tempo, o pai seria obrigado a assumir o filho e Lucca seria obrigada a se casar com o mesmo. Mas enfim, agora os tempos eram outros e veio apenas a soerguer uma das sobrancelhas quando Houko falava de maneira como se já fosse ficar com ele..

Era até uma graça, então havia esse sorriso em seus lábios enquanto o olhava. Subitamente a situação mudou com a chegada daquele loiro, e foi da ladeira abaixo. Por instinto Lugal segurou Houko e levou a mão ao pulso dele, pressionando-o.

- Mas que merda!

Olhou para a mão ali perto. Ainda tinha tempo de salva o membro se tivessem como ir ao hospital...

Encarou furiosa o agressor.
avatar
Leonor

Posts : 87
Join date : 2017-01-02

Ficha
Hp:
503/540  (503/540)
St:
400/400  (400/400)
MC:
250/250  (250/250)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Lucca Archibald on Thu May 04, 2017 12:25 am

A expressão da loira era calma e acenou positiva e suavemente com a cabeça em resposta a pergunta do Gael.

- Sim, você caminha novamente entre os encarnados. - Resposta dada, tornou a olhar para Houko e acenou em negativa com a cabeça. - Só podemos fazer isso no momento da morte... E Lucca estava presa quando aquilo aconteceu... Eu sinto muito.

Não o deteu de se levantar, mas se manteve ao lado do mesmo, cuidando enquanto se movia. Estreitou o olhar encarando Bleidd. Aquilo era mal... Era mal para si e para todos os presentes. Sabia as intenções dele, mas não entendia suas motivações. Lucca respirou fundo, tentando pensar sobre o proximo passo que teria que tomar para salvar Houko. Para se salvar.


Last edited by Lucca Archibald on Fri May 05, 2017 5:25 am; edited 2 times in total
avatar
Lucca Archibald

Posts : 535
Join date : 2017-01-07

Ficha
Hp:
200/200  (200/200)
St:
4/4  (4/4)
MC:
250/250  (250/250)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Fate Bringer on Thu May 04, 2017 5:09 pm

Apontou na direção de Emmerich e antes que pudesse falar qualquer coisa viu a raposa engolindo a pedra e saindo correndo.

- O quê está fazendo Bleidd?! Não temos tempo para perder com eles, vamos atrás da pedra! - Disso o grisalho ao notar que a raposa sumia. Virou-se para os demais que ali estavam, membros da sua organização.

- Vamos, agora! Temos que pegar a pedra, ela é mais importante do que esses vermes! - Disse ele gritando para aqueles homens que logo trataram de sair da igreja, alguns ficaram para ajudar Bleidd caso ele não saísse junto com seu irmão. Iriam começar a procurar pela raposa pela cidade.
avatar
Fate Bringer

Posts : 276
Join date : 2017-01-09

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Emmerich Zieger on Thu May 04, 2017 9:47 pm

A lâmina da espada executora foi completamente encoberta pela aura negra que anteriormente margeava-a, e o chão abaixo de Emmerich estremeceu. Ele apontou-a na direção de Thomas e, de um instante ao outro, deslizou todo o cenário numa velocidade absurda em direção a seu alvo. Um clarão se deu no momento do contato entre eles, e apenas a cabeça do Albino voando sobre seus corpos era discernível em meio àquele acúmulo de energia.

_______________________________________________________
avatar
Emmerich Zieger

Posts : 46
Join date : 2017-01-29

Ficha
Hp:
320/320  (320/320)
St:
8/8  (8/8)
MC:
260/260  (260/260)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Bleidd Sizigium on Thu May 04, 2017 11:23 pm

Girou a lança agilmente, desferindo uma grande quantidade de energia na direção em que a raposa supostamente deveria estar. 

— Destruir o mundo...? Controlá-lo? — Indagou Vladimir retoricamente, deixando escapar uma risada maliciosa e escarnecedora em resposta a seus questionamentos. — Você caiu em perfídia, velho agente. — disse ele, saltando em recuo numa curta distância. — Meu objetivo é o de findar o eterno retorno em que a humanidade se encontra na atualidade e nada mais. Serei seu Deus e ninguém mais. — Exclamou, em alta voz.

Quando deu-se por perceber que seu irmão fora decepado por Emmerich, fez questão de direcionar a lança sobre seu cadáver e convertê-lo em cinzas através de chamas douradas que se estenderam até lá. Seguidamente, apontou-a em direção ao Demi-Servo, dizendo:
— Pouco nos interessa seus ideais falhos, pobre ex-executor. Condenou a si próprio em dever a uma divindade inexistente. — Cuspiu sobre o albino, chutando-o no rosto com extrema força em direção a uma parede que ainda restava de pé no local.

_______________________________________________________
avatar
Bleidd Sizigium
Gwyn-llys
Gwyn-llys

Posts : 19
Join date : 2017-01-16

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Houko Choi on Fri May 05, 2017 9:18 pm

*Houko permanecia encarando Gael aliviado de ter conseguido fazer algo a tempo dessa vez e neste momento a até então Shielder vinha em seu auxilio buscando ajuda-lo com a perca daquela membro*
 
-Shielder... –Acabou abrindo um pouco mais o sorriso, aquela loira realmente tinha alguns parafusos a menos já que insistia em ajuda-lo mesmo frente a um perigo maior, aquilo acabava demonstrando que de fato ela não era apenas uma interesseira e sim uma aliada de fato e isso o confortava.
 
-Não se preocupe, eu estou bem, e sim, eu imaginei algo assim... –Sentiu então certos incômodos em seu corpo que não pertenciam a si e sim daqueles que compartilhavam de seu estado atual e por isso acabou sentindo que sim, se não se apressa-se algo ruim a mais iria acontecer devido conclusões enevoadas pela ira e naquele momento a besta enorme junto a seu bando de mortos-vivos se retiravam da igreja rumo a outro destino.
 
-A pedra... –Mal teve tempo de juntar as peças daquele momento e logo ele era devidamente esclarecido por Bleidd em pessoa, sim, ele agora entendia o por que eles queriam a pedra, qual era seu objetivo com o cálice e isso era engraçado, comico, irônico! Não pode evitar de fechar o sorriso buscando conter o riso sutil.
 
-Você se tornar um deus? –Afastou-se daquela que uma vez fora um Rei e depois uma serva e ficou entre ela e aquele líder que se fazia ali presente tratando de abrir o sorriso.
 
-Era esse o seu plano? Se tornar um deus?... –Alguns raios começavam a surgir ao redor do corpo do moreno e estes exalavam o brilho azul celeste que seguia de forma aleatória emitindo seu ruído simplório.
 
-Deuses.Não.Existem. –Uma luz intensa embora ainda pequena surgia no palmo daquele homem que acabou mudando também o tom daqueles raios que agora se tornavam dourados e em maior quantidade a cada pausa naquela fala que ao ser encerrada causou certa perturbação que acabou ocasionando um sutil estourar que danificou o chão.
 
-E sim homens Bleidd, homens como nós, na verdade, mulheres também. –Acabou voltando o olhar para trás retomando sua visão para a loira que estava consigo e logo voltou a frente encarando seu líder.

-Homens e mulheres que lutaram e marcaram a historia de alguma forma, homens que fizeram a humanidade dar mais passos em direção ao fim desse eterno retorno, homens Bleidd, não deuses. –A luz no palmo que ainda estava ali começava a ganhar maiores proporções e agora aquele líder podia sentir algo de similar nela, algo que lhe era estranhamente familiar.
 
-Nós estamos aqui, eu e você, homens, mortais, por mais que nossa história siga desde a séculos atrás, nós ainda somos apenas homens Bleidd, e sabe por que? Por que deuses não existem, tudo faz parte do nosso esforço e nosso destino é uma mera consequência de tudo isso, todavia, quando você interfere no destino de terceiros, dependendo da forma alguém vai revidar e esse alguém vai fazer o ciclo retomar, ou você realmente acredita que mesmo no pico do absoluto ninguém vai buscar destrona-lo? Guerras, mortes, revoluções, o ciclo só vai acabar quando não houver mais ganancia e infelizmente todo o homem possui um ideal que vai por consequência subjugar os de outrora, assim como o seu, assim como o meu. –O brilho então finalmente atingia seu ápice e estourava gerando uma dispersão imensa de energia dourada que não feria, porém se espalhava por todo o local formando uma orbe que se comprimia em uma torre em espiral que ia se consumindo aos poucos até se tornar apenas uma cortina de fumaça de queima. Pouco a pouco a cortina ia se dissipando e com ela era exposto a mão com a manopla que segurava uma lança especial, sim, a própria Longinus, ou pelo menos, uma replica devidamente perfeita dela –ou quase isso.
 

-Você me nomeou o guardião do Destino e de sua Arma e como tal eu irei honrar esse papel, porém, eu jamais irei me curvar a falsos deuses e ídolos e sim apenas para o homem que me fez ver toda a historia da humanidade, todas suas obras e suas consequências, eu vi o primeiro homem nascer, eu vi o primeiro irmão morrer e eu vi a torre que um dia rasgou os céus cair e se tornar apenas detritos, vi homens se unindo para um bem maior ao qual acreditavam ser o certo, eu jurei minha fidelidade e decidi seguir os ideais de um homem, de um mortal, não de um Deus, todavia, se você ainda possuir esse ideal tolo, Bleidd, reze para que essa arma realmente não seja algo que ceife a vida destes que os tolos tanto idolatram, afinal, nada melhor que uma falsificação para lidar com aquilo que é falso, e sim, minha Longinus é apenas uma copia, todavia, mesmo com apenas uma replica, mesmo com apenas um braço, eu irei fazer o que você em anos nunca fez com a sua original, então, o que será? Vai reconsiderar? Temos um melhor caminho a tomar por mais que eu ainda não saiba qual, ainda e se pensar bem, ironicamente, mesmo nossas armas agora foram forjadas e utilizadas por homens. –A lança fazia emitir ainda alguns rastros elétricos em dourado que escapavam de si eventualmente demostrando que de fato era uma “replica legitima” por mais que seu rank fosse inferior a original, todavia, era algo muito próximo da perfeição. 
avatar
Houko Choi
Gwyn-llys
Gwyn-llys

Posts : 504
Join date : 2017-01-07

Ficha
Hp:
160/160  (160/160)
St:
0/0  (0/0)
MC:
1820/1820  (1820/1820)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Leonor on Fri May 05, 2017 9:39 pm

Shielder apenas observava, naquele momento, o desenrolar daquela situaçãao, vindo a se levantar quando Houko também o fez e encarava em silêncio toda aquela situação...

Ser um Deus...

-... Eu encarei bastante imbecil que era egocêntrico o suficiente para achar que era superior aos deuses... Mas, a verdade é que nem mesmo os deuses são superiores a humanidade. - As palvras dela eram determinadas. - Nós somos a força que obrigou que a torre de Babel fosse derrubada quando desobedecemos as ordens Deles, e mesmo assim fomos bem sucedidos em continuar existindo. Quer ser um Deus? Muito obrigada, mas, melhor tentar vender esse discurso para outro idiota.
avatar
Leonor

Posts : 87
Join date : 2017-01-02

Ficha
Hp:
503/540  (503/540)
St:
400/400  (400/400)
MC:
250/250  (250/250)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Bleidd Sizigium on Fri May 05, 2017 9:44 pm

— Justamente, Houko. — Ele disse, em alto tom de voz, girando em direção ao homem e encarando-o. — Deuses não existem, mas a humanidade não para de buscar por isso - não para de suplicar por um ser maior e que seja capaz de subjugá-la a qualquer momento; pois sabe do peso que há em suas costas, e que merece sofrimento para expurgá-lo. — Sua expressão outrora escarnecedora tornou-se extremamente séria, de forma tal como Houko nunca antes vira.

— Lembre-se: eu não faço isso simplesmente porque quero, ou porque sou como muitos destas crianças estúpidas que participaram da guerra e não desejam nada além de simples e puro poder porque não encontram segurança suficiente em si próprias. Tampouco sou similar a estas falsas lendas. — vociferou em pura rispidez. — Pouco me interessa aquilo que é reinar, estou aqui com o simples intuito de trazer a este mundo a luz como nunca antes a organização sobre as quais tenho as rédeas foi capaz. Tornar-me um Deus não significa nada além de assumir a a maldita figura, a maldita manta... que a humanidade cultivou por incontáveis anos. — Dito isto, ele deu de ombros para Houko, e começou a caminhar na direção contrária, caminhando para fora da igreja e perdendo-se em meio aos incontáveis soldados que começaram a preencher o lugar. 

"Se você preza o juramento que fez, então sabe para onde retornar."
avatar
Bleidd Sizigium
Gwyn-llys
Gwyn-llys

Posts : 19
Join date : 2017-01-16

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Lucca Archibald on Fri May 05, 2017 9:44 pm

Lucca arregalou os olhos em horror em ver o albino correr para decepar as cabeças dos inimigos, foi uma sensação que mesmo enquanto possuída o Tronos deu-lhe espaço para ser ela mesma. Boquiaberta, voltou o olhar para Bleidd quando as chamas consumiram o corpo do outro, fazendo aquele cheiro de carne queimada junto com cabelo revirar seu estomago, em vão cobrindo a boca e o nariz para deter seu enjoo.

- Não...

Engoliu em seco para controlar o enjoo e desviou o olhar. Tremia suavemente, se abraçando com a outra mão. De uma maneira, depois do Kuro, estava acostumada a ficar ouvindo devaneios de poder daquela forma, entretanto, quando notou que Houko se encontrou com tanta vontade de lutar, houve um terror momentaneo em seu rosto, pulando na frente deles.

Apesar de determinada em criar um plano de fuga onde poderia acabar se sacrificando acabou sendo surpreendida  ao ver Bleidd virando de costs e recuando... Não, ele estava indo embora. Alivio sua postura e soltou um suspiro aliviado, com as mãos próximas do peito. Não era o fim, sabia disso.

- Houko, tente desligar a magia, precisamos sair daqui e ir a um hospital. - Caminhou até onde estava a mão dele pegando-o do chão, sentiu-se enjoada por alguns instantes de segura-la daquela forma. - Vamos.
avatar
Lucca Archibald

Posts : 535
Join date : 2017-01-07

Ficha
Hp:
200/200  (200/200)
St:
4/4  (4/4)
MC:
250/250  (250/250)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Houko Choi on Fri May 05, 2017 10:05 pm

*O moreno ouvia o loiro e assim como ele permanecia naquela seriedade, era como se realmente estivesse confiante de enfrenta-lo em quaisquer condição que fosse, mas bem, como sempre, aquele que porta a lança é realmente o mais sensato de todos os lideres*

-BLEIDD! -Disse e apontou sua lança para ele, item cuja projeção mesmo imperfeita a tornava duravel, não era algo feito de forma simples, não era apenas uma copia, era A copia e por consequencia seu poder não sumia, tão pouco diminuia.

-Quando tornar o conceito de um Deus algo real, quando seu poder se estender as estrelas e você conseguir impedir que a serpente morda sua própria cauda, quando esse dia chegar, eu estarei lá, não como seu rival, não como aquele que vai se opor, eu estarei lá como um de seus cavaleiros, não, como seu Paladino, Bleidd, enquanto seu desejo for mudar o mundo carregando tão pesada cruz, eu estarei ao seu lado e enquanto você a carrega, minha lança ceifará os patifes, pois meu juramente é honrar teu nome, o nome de um homem, e é para você a quem devo retornar, pois sim, o que eu disse quando deixei de ser um algoz eu repito agora. -Abaixou a arma e com ela finalmente rompeu aquele circulo mágico, ou melhor, o chão em que nele residia e agora este finalmente se desfazia mesmo que da forma errada e forçada.

-Enquanto você almejar reproduzir um mundo onde eu possa viver bem com minha familia, meus poderes são seus assim como minha lealdade e de mais ninguém e acho que já provei isso muito bem dentro desses 800 anos, então permita-me meu Rei, permita-me recuperar teu calice enquanto você se descansa e se prepara para o Juizo Final. -Agora estava mais determinado em cumprir o objetivo "secreto" de sua organização e por isso seu olhar até mesmo mudou. Olhou para Lucca e a via segurar sua mão... Literalmente, e acabou anexando Longinus no suporte de sua armadura que mais parecia uma regata e pegou seu membro de volta e o encaixou no lugar permitindo com que a runa de cura começasse a fazer seu efeito.

-Eu não preciso disso, não se preocupe, e bem, ahn... -Voltou o olhar para Shielder com certa diferença, parecia estar ligeiramente mais abobado do que de costume.

-Rugal-gin? -Aqueles nomes e titulos dela eram realmente dificeis de entrar na mente logo de cara, então acabou errando ele de fato.
avatar
Houko Choi
Gwyn-llys
Gwyn-llys

Posts : 504
Join date : 2017-01-07

Ficha
Hp:
160/160  (160/160)
St:
0/0  (0/0)
MC:
1820/1820  (1820/1820)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Leonor on Fri May 05, 2017 10:20 pm

Estava orgulhosa de estar daquele lado do combate... Bem, isso até a situação se desregular com o que Houko disse. Seu olhar contente rapidamente se tornou furioso e encarou Houko.

-... Eu não acredito no que eu ouvi... Você é retardado?! Você vai simplesmente se curvar para o primeiro megalomaniaco que aparece na sua frente?!

Sem medir forças, agarrou Houko pelo colarinho e o ergueu suavemente, puxando-o para perto, o suficiente para os narizes quase se tocarem.

- A humanidade é para ser guiada, eu concordo, mas não é sobre um deus que acabe com o ciclo. O Ciclo é necessário! Se acabar com o ciclo, você acaba com a humanidade em si, nós somos esse equilibrio de destruição e ordem, pois é assim que a humanidade sempre foi! Por mais que eu respeite meus deuses, e até mesmo minha filha tenha sigo uma grã-sacerdotisa... Aquele sociopata vai simplesmente destruir todos aqueles que se oporem a ele, e a humanidade sequer vai conhecer o conceito de dor para poder valorizar a felicidade! - Soltou Houko, um olhar de nojo agora recheava-a conforma afastava alguns passos e acenava negativamente com a cabeça. - Você é um idiota que acha que luta pelo o que é certo, mas sequer faz ideia das consequências das suas ações.

Com acenou desacreditado, a loira se afastou alguns passos, seguindo para a saída.
avatar
Leonor

Posts : 87
Join date : 2017-01-02

Ficha
Hp:
503/540  (503/540)
St:
400/400  (400/400)
MC:
250/250  (250/250)

Back to top Go down

Re: Igreja

Post by Sponsored content


Sponsored content


Back to top Go down

Page 17 of 18 Previous  1 ... 10 ... 16, 17, 18  Next

View previous topic View next topic Back to top


 
Permissions in this forum:
You cannot reply to topics in this forum